Força Brasil!

Que a força do Brasil esteja nos braços do povo, que espera por justiça e igualdade. E não venha de Instituições que pregam o desamor travestido de “obediência e lealdade” sombreadas de volúpia

www.brasil247.com -
(Foto: Paulo Pinto/ Agência PT)


Sim, precisamos da força da coerência e da coragem para lutar contra as bolhas dos acumuladores e compulsivos empresários fake/cristãos que atiram ossos ao próximo.

Entre doações “desinteressadas" para incrementar negócios comunicacionais de jornalistas e anticorruptos, que enriquecem falando "abobrinhas" nas Redes: a Educação  pública agoniza. E a política caminha a passos de gigante para a condição de mercadoria consensual.

A CPI desnuda o espetáculo fácil (dos paraísos financeiros), que transformam a vida do povo em um mundo sem mundo. De caçadores de marajás, a cruzados da filantropia verde e amarela nascem "Institutos de Força". E rios de dinheiro infiltram os solos de arianos oportunistas.

A mulher, o homossexual, o negro, o estrangeiro, o professor, o ateu são alvos de um pensamento rancoroso e ideológico arrojado e forjado dentro da Casa Grande. Dentro da mente desumana que segrega os entes. E que deseja metralhar membros de um partido político que há 41 anos arregimenta seus concidadãos rumo à revolução das ideias para construir um mundo novo.

Homens brancos e conservadores; donos do capital e escravos do poder: cambaleiam  devassos, como seres que se julgam acima do bem e do mal. Prefiro meus likes orgânicos e qualificados, ao desmerecimento de louvações compradas. A Rede Social é apenas um substrato e não a biosfera negocial de fins unívocos. O livre pensamento é o oxigênio. 

Adjetivações de cunho pérfido são facas no ar lançadas das mãos de usurpadores da web; que hoje já é "terra de ninguém''. As leis podem ser boas ou más: afinal são feitas por Homens, porém muitas delas principiam no sentimento e na ética. Propagar a antinotícia é abrir a caixa de Pandora, ainda bem, que a última a sair desta urna mágica: é a Esperança.

Que a força do Brasil esteja nos braços do povo, que espera por justiça e igualdade. E não venha de Instituições que pregam o desamor travestido de “obediência e lealdade” sombreadas de volúpia.

#LeiaBrazilevireBrasil

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247