Gigante Glenn! E gigante Lula!

A luta da resistência aliada à coragem de jornalistas como Glenn Greenwald fez brotar um jornalismo objetivo e ético no meio da lama pútrida da tendenciosidade jurídica

(Foto: Felipe Gonçalves - 247)

Pirotecnia? Um espetáculo a parte, cheio de fogos, e de luz, um tipo de desempenho na medida em que aliena. Bem, em última entrevista concedida há alguns dias: o único que pode salvar o Brasil, ou seja, Lula da Silva, usou este termo para qualificar algumas atitudes oriundas de instituições dentro do país.

A luta da resistência aliada à coragem de jornalistas como Glenn Greenwald fez brotar um jornalismo objetivo e ético no meio da lama pútrida da tendenciosidade jurídica: como se o sol da verdade (mais poderoso que qualquer fogo de artifício mequetrefe) admoestasse o show pirotécnico de uma justiça fake.

Em meio à aprovação de maldades contra o povo, como uma reforma da previdência que aumenta o tempo de contribuição e idade até de servidores públicos; e também a possibilidade de redução do salário, e redução de jornada, entre outras cruezas – em contrapartida (ontem) no STF houve uma votação histórica de 6 x 5: o que torna a soltura do eterno presidente Lula uma realidade.

Há no ar uma grande preocupação com a vida de Lula, já que agora ele está a um passo da liberdade - dentro de um país gerido pela impunidade, é o que se pode esperar; um país que mergulhado em um caos social ruma para o apocalipse de um tempo onde até a natureza está sendo assassinada... por incêndios literais que matam florestas e gente...

Há uma falange que ataca o povo, e corta direitos; fui aos prantos quando recentemente tive notícia de que um servidor (porteiro) estadual de um Colégio no Rio de Janeiro que fora vilipendiado por uma diretora bolsonarista, que não acata se quer o estatuto vigente, tão pouco a Constituição. Sem exagero, há professores e médicos catando comida no lixo: eu já vi; e isto se deve (também) a fatos como o supracitado.

Esta “DEFORMA” precisa ser revogada, e quem sabe com a anulação de uma eleição FAJUTA de pessoas comprometidas com possíveis crimes: é notório que deveria haver um novo pleito, onde Lula com seus direitos políticos recuperados pudesse passar a história a limpo: Voltando aos poder pelos braços do povo.

O Brasil (hoje) é um gigante fraco, anestesiado por um bolsonarismo inglório; onde ailegalidade está desfigurando mentes: mas há uma chance para todos e todas que não inalaram este gás venenoso: #LULAPRESIDENTE.

No último dia 07 (novembro) o gigante Glenn Greenwald foi agredido por outr ojornalista que chegou a “vias de fato" em um programa sensacionalista - seu rosto foi atingido, e o agressor ainda proferiu palavras como: "apanhou na cara”.

O escritor e jornalista responsável por revelar os vazamentos contendo provas contra o golpe de 2016 no Brasil é um guerreiro da “inteligência” e dos “relatos dos fatos” inspirado no princípio da informação.

Covardia é o que ocorre com a população que cada vez se torna assaz analfabeta, alienada, e faminta dentro de um sistema neocolonial que já mantém um status quo dividido em CLASSE MILIONÁRIA E CLASSE MISERÁVEL.

Golias está no poder, mas há um Davi se agigantando para usar a funda da IGUALDADE; da FRATERNIDADE e da LIBERDADE...

#LULAPRESIDENTE

#LEIABRAZILEVIREBRASIL

Ao vivo na TV 247 Youtube 247