Globo defende golpe contra Trump?

Esquizofrênica, a emissora dos Marinho oscila entre condenar o fim do “Obamacare” — a lei que criou o “SUS” dos Estados Unidos — e defender tacitamente um golpe contra o eleito Donald Trump

“O uso do cachimbo faz a boca torta”. Nada mais verdadeiro esse provérbio popular, que se amolda como uma luva na Globo.

Esquizofrênica, a emissora dos Marinho oscila entre condenar o fim do “Obamacare” — a lei que criou o “SUS” dos Estados Unidos — e defender tacitamente um golpe contra o eleito Donald Trump.

No Brasil, a Globo é a favor da privatização do Sistema Único de Saúde e do congelamento de investimentos na área pelos próximos 20 anos (PEC 55/241) — o que equivaleria decretar o fim do SUS.saú

Ou seja, a Globo defende o SUS gratuito somente nos EUA!

Na Terra de Santa Cruz, no entanto, é pau no maior sistema de saúde pública do mundo que, aliás, inspirou Obama.

Aqui nesta parte tropical do Hemisfério, a Globo sempre liderou golpes de Estado. Vide 31 de março de 1964, que derrubou Jango Goulart, e 31 de agosto 2016, que defenestrou Dilma Rousseff.

Abstêmio, Trump ensaia mandar um recado para a Globo: ‘fumar faz mal à saúde…’.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247