Globo mostra que Luciano Huck mentiu ao TSE

Tanto a Folha de São Paulo quanto o próprio Globo divulgam textos que se a Justiça Eleitoral se desse ao trabalho de ser séria, deveriam provocar a condenação da tevê Globo e do seu apresentador-candidato pelo TSE

Tanto a Folha de São Paulo quanto o próprio Globo divulgam textos que se a Justiça Eleitoral se desse ao trabalho de ser séria, deveriam provocar a condenação da tevê Globo e do seu apresentador-candidato pelo TSE
Tanto a Folha de São Paulo quanto o próprio Globo divulgam textos que se a Justiça Eleitoral se desse ao trabalho de ser séria, deveriam provocar a condenação da tevê Globo e do seu apresentador-candidato pelo TSE (Foto: Eduardo Guimarães)

É no mínimo irônico que a emissora de TV que veiculou propaganda eleitoral ilegal para seu apresentador de programa de auditório Luciano Huck integre o grupo empresarial do qual outro braço demonstrou inapelavelmente que tanto o apresentador quanto seu patrão estão mentindo à Justiça eleitoral.

Em 8 de janeiro deste ano, o Partido dos Trabalhadores representou ao TSE contra “prática de abuso dos meios de comunicação e do poder econômico cumulado com propaganda eleitoral antecipada (…) por ocasião do programa de televisão ‘Domingão do Faustao’ que foi ao ar no dia 7.1.2018’”. Naquele programa, Huck fez discurso político durante o programa.

Em 1º de fevereiro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a intimação da Globo, dos apresentadores Fausto Silva, o Faustão, e de Luciano Huck para se manifestarem diante da representação feita pela Bancada do PT no Congresso por campanha eleitoral antecipada.

Nesta quinta-feira 8, a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, divulga que “Em defesa no TSE, Luciano Huck diz que não será candidato na eleição deste ano”.

http://painel.blogfolha.uol.com.br/2018/02/08/em-defesa-no-tse-luciano-huck-diz-que-nao-sera-candidato-na-eleicao-deste-ano/

(...)

Mas a prova definitiva mesmo de que Huck e a Globo mentem à Justiça Eleitoral foi dada até pela própria Globo na coluna do jornalista Merval Pereira. No texto intitulado “Huck vai a FH”, Pereira mostra como é falsa a conversa fiada do apresentador e da emissora de que a aparição deste último no Faustão não teve caráter eleitoral.

Diz o colunista que a fragilidade da candidatura à presidência da República do governador de São Paulo Geraldo Alckmin pelo PSDB faz com que cresçam as pressões para que o apresentador Luciano Huck volte à “liça” eleitoral.

(...)

Ou seja, tanto a Folha de São Paulo quanto o próprio Globo divulgam textos que se a Justiça Eleitoral se desse ao trabalho de ser séria, deveriam provocar a condenação da tevê Globo e do seu apresentador-candidato pelo TSE.

Essa condenação deveria importar em uma pena pesada, não apenas uma multa que entes tão ricos poderiam pagar sem maiores problemas. Isso porque o uso privado de um poder como a maior rede de televisão do Brasil, que é pública, atenta contra a seriedade de todo o processo eleitoral de 2018.

Se Huck for candidato, o impulso inicial à sua candidatura terá sido dado pela peça eleitoral que a Globo exibiu para o país inteirinho em horário nobre em um espaço que é uma concessão de todos os brasileiros à emissora da família Marinho.

Leia o artigo na íntegra.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

Na cabecinha

"Witzel pensa e age como psicopata, com orgulho e sem constrangimento", escreve Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia, após o governador do Rio comemorar o abatimento de um criminoso. A...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247