Globo tem recaída golpista e se “desarrepende” de apoiar o golpe de 64

54 anos e dois dias após as Organizações Globo apoiarem o golpe de 1964 e 4 anos e 8 meses após afirmarem que concluíram que aquele apoio foi um erro, essas mesmas Organizações Globo têm uma recaída e dão um show de apoio a uma nova ruptura democrática

54 anos e dois dias após as Organizações Globo apoiarem o golpe de 1964 e 4 anos e 8 meses após afirmarem que concluíram que aquele apoio foi um erro, essas mesmas Organizações Globo têm uma recaída e dão um show de apoio a uma nova ruptura democrática
54 anos e dois dias após as Organizações Globo apoiarem o golpe de 1964 e 4 anos e 8 meses após afirmarem que concluíram que aquele apoio foi um erro, essas mesmas Organizações Globo têm uma recaída e dão um show de apoio a uma nova ruptura democrática (Foto: Eduardo Guimarães)

A edição do Jornal Nacional da véspera da decisão do Supremo sobre o habeas corpus do ex-presidente Lula foi a pior desde a redemocratização do Brasil. Nela, o telejornal mentiu tanto quanto mentiu quando noticiou manifestações pedindo eleições diretas como se fossem comemoração pelo aniversário de São Paulo.

Na verdade, a Globo mentiu tanto quanto mentiu quando afirmou, em 2013, que se arrependeu de apoiar o golpe de 1964.

Na edição de 3 de abril de 2018, 54 anos e dois dias após as Organizações Globo apoiarem o golpe de 1964 e 4 anos e 8 meses após afirmarem que concluíram que aquele apoio foi um erro, essas mesmas Organizações Globo têm uma recaída e dão um show de apoio a uma nova ruptura democrática.

William Bonner, com cara de zangado, ameaçou o Supremo Tribunal Federal. Expôs “contradições” de ministros que pretendem votar contra a prisão em segunda instância e jogou nas costas de Lula a responsabilidade por assassinos e estupradores não irem nunca para a cadeia.

Leia o artigo na íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247