Internet OBRIGA Globo a “limar” William Waack

Que ninguém se engane: apesar de algumas teorias conspiratórias que até devem ser verdadeiras, como a de que a própria Globo vazou o vídeo do ex-âncora do Jornal da Globo, o fato é que o racismo e o comportamento antissocial de Waack são tolerados pela emissora há décadas

Que ninguém se engane: apesar de algumas teorias conspiratórias que até devem ser verdadeiras, como a de que a própria Globo vazou o vídeo do ex-âncora do Jornal da Globo, o fato é que o racismo e o comportamento antissocial de Waack são tolerados pela emissora há décadas
Que ninguém se engane: apesar de algumas teorias conspiratórias que até devem ser verdadeiras, como a de que a própria Globo vazou o vídeo do ex-âncora do Jornal da Globo, o fato é que o racismo e o comportamento antissocial de Waack são tolerados pela emissora há décadas (Foto: Eduardo Guimarães)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O Brasil acaba de colher uma vitória com o afastamento de William Waack, alguém que se tornou conhecido na Globo por seu comportamento antissocial, por seu racismo explícito, que era praticado diante de colegas.

Que ninguém se engane: apesar de algumas teorias conspiratórias que até devem ser verdadeiras, como a de que a própria Globo vazou o vídeo do ex-âncora do Jornal da Globo, o fato é que o racismo e o comportamento antissocial de Waack são tolerados pela emissora há décadas.

E que ninguém tampouco se engane: a Globo não teria "limado" Waack se a repercussão não tivesse sido o que foi. Posso falar pelo vídeo do Blog da Cidadania sobre o episódio. Caminha celeremente para 1 milhão de visualizações e ficou em segundo lugar no trending topics do YouTube durante quase 24 horas.

É só nos darmos conta do que diz Ali Kamel, diretor de jornalismo da Globo, sobre racismo no Brasil. Sua "obra" intitulada "Não somos racistas" nega que William Waack exista.

(...)

A exposição do racismo cruento que se viu na quarta-feira nas redes sociais obrigou a Globo a nem pensar em abafar o caso. As ruas – inclusive as "ruas" digitais – pautaram a toda poderosa Rede Globo, minhas amigas, meus amigos. E isso não é pouco, não.

Leia o artigo na íntegra.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247