Intervenção na Petrobrás aproxima PT dos militares

"A defesa de Mercadante para que o general preserve a Petrobras como agente do Estado nacional desenvolvimentista representou aceno aos militares ao diálogo", afirma o jornalista César Fonseca

(Foto: Editora 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Generais no poder petrolífero

O recado do ex-ministro da Educação de Lula, Aloízio Mercante, ao novo presidente da Petrobrás, general Luna, é, na verdade, tentativa do PT de reaproximação com os militares; outro dia, Lula disse que se voltar à presidência vai perguntar aos militares quem mais trabalhou pelas forças armadas no Brasil; “tenho certeza que fui eu, diz o ex-presidente”; de fato: em 2005 e 2007, conseguiu aprovar no Congresso o Plano Nacional de Defesa(PND) e a Estratégia de Defesa Nacional(EDN); materializam-se reivindicações históricas dos militares; do Exército, porque atendia a demanda pela cibernética, indispensável à fiscalização do território nacional; da Aeronáutica, também, em favor da modernização da fiscalização aérea com caças supersônicos, e da Marinha, pela emergência do submarino atômico para cuidar da Amazônia Azul e a costa marítima; Lula atendeu demanda básica dos militares para alavancar o ideal das forças armadas: construção da indústria de defesa; e o fundamental: Lula contratou todas as reivindicações mediante contrato de reciprocidade, com troca de informações e transferência de tecnologia.

Petrobrás, grande beneficiada

Quem mais se beneficia da infraestrutura de defesa são, justamente, as empresas estatais, que são utilizadas como agentes do desenvolvimento nacional; a defesa de Mercadante para que o general preserve a Petrobras como agente do Estado nacional desenvolvimentista remete a Geisel, o maior defensor da Petrobras, consciente, como Getúlio, de que a petroleira é instrumento de conquista de mercados e competitividade do produto nacional na cena global; representou aceno aos militares ao diálogo; quem quis destruir a Petrobrás não foram os petistas mas os tucanos que lançaram a Petrobrax para enterrar a Era Vargas; Bolsonaro ao interferir na Petrobrás faz renascer sonho getulista; este somente foi possível de erguer, graças à Petrobras, seus investimentos, seus planos quinquenais, responsáveis pela industrialização, pela agroindústria, o BNDES para irrigar investimentos etc;

PSDB, o inimigo

Bolsonaro chegou a dizer uma vez favorável à morte de FHC pelo seu entreguismo na venda da Vale do Rio Doce por 30 dinheiros; a linha de relação do PT com os militares foi na da cooperação permanente; a Embraer, empreendimento militar, nunca ganhou tanto dinheiro como na Era Lula; o modelo de avião nacional virou sucesso internacional; enfim, a fala de Mercadante é abertura de picada política, como diria Juruna, do PDT brizolista; o senador petista presidente da Frente Parlamentar de Defesa da Petrobrás, Jean-Paul Prates(PT-RGN), também, apoiou a decisão intervencionista bolsonarista de caráter nacionalista; disse que finalmente o presidente acertou ao atacar os neoliberais para favorecer os consumidores, espoliados pela política de preços adotada pelos neoliberais; claramente, a esquerda se coloca em favor de Bolsonaro contra o massacre midiático da Globo de fazer terrorismo de mercado; a Globo está dando voz, apenas, ao mercado especulativo para melar a intervenção para baixar preço de combustíveis, sustentado, artificialmente, alto por política imposta pelas multinacionais e banqueiros; o próprio lobista, Adriano Pires, da Associação Nacional de Infraestrutura, concordou estar o mercado financeiro exagerando; ponderou com o general Luna de que o interesse social tem que ser levado em consideração, não, apenas, o lucro dos acionistas privados; ou seja, o poderoso mercado pode arriar; Bolsonaro veste a camisa nacionalista e o PT ficou surpreendido positivamente.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email