Jornalismo em coma

Só uma imprensa adestrada, transformada em uma gelatina de interesses alheios ao público e à decência, pode ter se emudecido diante da garantia de Michel Temer em não blindar seus camaradas em relação à Lava Jato

Brasília - Presidente Michel Temer durante anúncio do calendário de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em cerimônia no Palácio do Planalto (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Brasília - Presidente Michel Temer durante anúncio do calendário de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em cerimônia no Palácio do Planalto (Antonio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Leandro Fortes)

Só uma imprensa adestrada, transformada em uma gelatina de interesses alheios ao público e à decência, pode ter se emudecido diante da garantia de Michel Temer em não blindar seus camaradas em relação à Lava Jato.

Disse isso de cara lavada, em uma coletiva de imprensa, sem que nem um único e solitário jornalista o tenha lembrado: 1) De que ele criou um ministério para livrar Moreira Franco do cárcere; 2) De que ele indicou o plagiário Alexandre Moraes para o STF, onde pretende tê-lo como relator dos processos da Lava Jato.

Ninguém nem riu.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247