Kássio evita goleada, mas perde por 3 a 2

"Conseguiram pespegar em si próprios o carimbo de bolsonaristas, o que os torna suspeitos em qualquer caso que envolva o presidente", avalia Alex Solnik

www.brasil247.com - Kassio Nunes Marques
Kassio Nunes Marques (Foto: Carlos Moura/SCO/STF)


Por Alex Solnik

Como era de esperar, os três mosqueteiros da Segunda Turma do STF - Edson Fachin, Ricardo Lewandovski e Gilmar Mendes - derrubaram a liminar de Kássio Nunes Marques que anulou a cassação do deputado Francisco Francischini. 

Kássio e André Mendonça se expuseram ao ridículo de corroborar a tese de Bolsonaro de que as urnas não são confiáveis ao questionar a cassação do deputado estadual Francisco Francischini. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conseguiram pespegar em si próprios o carimbo de bolsonaristas, o que os torna suspeitos em qualquer caso que envolva o presidente da República.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais uma vez está claro que o STF se divide, atualmente, em democratas e bolsonaristas, com larga vantagem para o primeiro grupo, tanto na Primeira Turma, quanto na Segunda ou no plenário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao levar o julgamento à Segunda Turma, Kássio perdeu por 3 a 2.

No plenário, seria goleado por 9 a 2. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email