Liberdade de Lula faz bem ao Brasil

Jornalista Alex Solnik comenta, sobre a ida do ex-presidente Lula ao velório do neto Arthur, neste sábado 2, que "foi auspicioso constatar que sua liberdade, mesmo por algumas horas, não provoca nenhuma desordem, temor alegado para proibir a viagem ao velório do irmão, no ano passado"; "Ao contrário. A presença dele trouxe um clima de tranquilidade. Apenas por vê-lo bem as pessoas ficaram mais leves. A liberdade de Lula só faz bem ao Brasil. Liberdade de Lula faz bem ao Brasil", diz ele

Liberdade de Lula faz bem ao Brasil
Liberdade de Lula faz bem ao Brasil (Foto: Amanda Perobelli/Reuters)

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia - O esquema de segurança montado para a viagem de Lula ao velório do neto, Artur, não foi tão rígido como a juíza Carolina Lebbos programou. Houve espaço e tempo para Lula ser filmado e fotografado no trajeto que fez a pé do automóvel em que estava até o crematório. A multidão o viu à distância. Políticos e amigos puderam abraçá-lo por algum tempo. As manifestações do público foram discretas. Gritos de "Lula livre" e "Lula guerreiro" ecoaram no campo santo. Nada além disso. Lula estava de terno, aparentava serenidade (ao menos em público) e segurava uma pequena garrafa de água mineral. Ficou em silêncio enquanto caminhou. Respondeu às manifestações de apoio apenas com uma saudação. Não houve incidentes. Foi auspicioso constatar que a liberdade de Lula, mesmo por algumas horas, não provoca nenhuma desordem, temor alegado para proibir a viagem ao velório do irmão, no ano passado. Ao contrário. A presença dele trouxe um clima de tranquilidade. Apenas por vê-lo bem as pessoas ficaram mais leves. A liberdade de Lula só faz bem ao Brasil.Liberdade de Lula faz bem ao Brasil

O esquema de segurança montado para a viagem de Lula ao velório do neto, Artur, não foi tão rígido como a juíza Carolina Lebbos programou. Houve espaço e tempo para Lula ser filmado e fotografado no trajeto que fez a pé do automóvel em que estava até o crematório. A multidão o viu à distância. Políticos e amigos puderam abraçá-lo por algum tempo. As manifestações do público foram discretas. Gritos de "Lula livre" e "Lula guerreiro" ecoaram no campo santo. Nada além disso. Lula estava de terno, aparentava serenidade (ao menos em público) e segurava uma pequena garrafa de água mineral. Ficou em silêncio enquanto caminhou. Respondeu às manifestações de apoio apenas com uma saudação. Não houve incidentes. Foi auspicioso constatar que a liberdade de Lula, mesmo por algumas horas, não provoca nenhuma desordem, temor alegado para proibir a viagem ao velório do irmão, no ano passado. Ao contrário. A presença dele trouxe um clima de tranquilidade. Apenas por vê-lo bem as pessoas ficaram mais leves. A liberdade de Lula faz bem ao Brasil.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

O histerismo ideológico do clã Jair Messias e seus seguidores
Ariovaldo Ramos

Depressa!

Se houvesse necessidade, frente a qualquer inimigo externo, Deus levantava um ou uma líder, chamado de juiz ou de juíza, que comandava o povo contra o invasor e, assim, protegia o território e o...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247