Lula tem duas chances de sair da cadeia até setembro; é isso que Moro teme

"É isso que Moro mais teme: perder o grande troféu da Lava Jato, o que deixaria bolsonaristas, a começar do próprio Bolsonaro, furiosos com ele, que seria responsabilizado", avalia o jornalista Alex Solnik. "Até a reeleição de Bolsonaro corre risco com Lula livre, leve e solto comandando a oposição"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia 

  O arroubo autoritário da juíza Carolina Lebbos, que determinou a remoção do ex-presidente Lula ao sistema prisional, provocou reações favoráveis a ele fora da esquerda e do PT. Deputados de 12 partidos, não apenas dos de esquerda, foram pedir para Toffoli revogar a ordem da juíza, claramente autoritária, ilegal, vingativa e desumana.

  Toffoli os atendeu de imediato e afirmou que revogaria a determinação por liminar, o que só não ocorreu porque seu colega Alexandre de Moraes sugeriu levar a questão ao plenário.

  A goleada que a juíza levou (10 a 1) foi histórica. Até os ministros mais lavajatistas, tais como Luiz Fux, Luiz Roberto Barroso, Edson Fachin e Carmen Lúcia barraram a transferência.

  Ou seja: a juíza conseguiu aumentar o apoio a Lula, tanto na área política como na jurídica, em vez de humilhá-lo e incriminá-lo, colocando-o ao lado de bandidos; deixou explícita a perseguição ao ex-presidente; e mais uma vez revelou o DNA autoritário da República da Curitiba.

  Moro, que foi considerado inspirador da atitude da juíza saiu mais uma vez chamuscado. Mais uma vez não atuou como ministro da Justiça e sim como parte interessada em manter o ex-presidente preso e em não melindrar Bolsonaro, em vez de se manter à distância.

  Talvez isso tenha a ver com a chegada do mês de setembro. É quando deverá começar a progressão de pena de Lula para o regime semi-aberto. Como não há condições de um ex-presidente da República se enquadrar nesse regime, ele deverá ir para casa.

  Se é que até lá não for concluído o julgamento no STF da suspeição de Moro e consequente anulação do processo do tríplex.

  É isso que Moro mais teme: perder o grande troféu da Lava Jato, o que deixaria bolsonaristas, a começar do próprio Bolsonaro, furiosos com ele, que seria responsabilizado.

  Até a reeleição de Bolsonaro corre risco com Lula livre, leve e solto comandando a oposição.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247