Marco Aurélio manda Bolsonaro pedir perdão a Maria do Rosário

"Ministro Marco Aurélio Mello, um dos mais odiados pelo governo tomou, agora há pouco, uma decisão que vai aumentar esse ódio ainda mais. Ele recusou o recurso da defesa do presidente Jair Bolsonaro e manteve a condenação por danos morais por ele ter ofendido, em 2014, a deputada Maria do Rosário (PT)", diz o colunista Alex Solnik; "A multa é mequetrefe. O pior é o resto da sentença: pedir perdão à deputada em nota nos jornais, na sua página do Facebook e num vídeo e postar no youtube", observa

Marco Aurélio manda Bolsonaro pedir perdão a Maria do Rosário
Marco Aurélio manda Bolsonaro pedir perdão a Maria do Rosário (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela DemocraciaO ministro Marco Aurélio Mello, um dos mais odiados pelo governo tomou, agora há pouco, uma decisão que vai aumentar esse ódio ainda mais. Ele recusou o recurso da defesa do presidente Jair Bolsonaro e manteve a condenação por danos morais por ele ter ofendido, em 2014, a deputada Maria do Rosário (PT). "Eu só não te estupro porque você não merece" foi o que disse, em público, nas dependências da Câmara dos Deputados, quebrando visivelmente o decoro parlamentar e todas as regras de civilidade. Pior: banalizou o estupro, como Paulo Maluf, anos antes, ao dizer: "Estupra, mas não mata".

Bolsonaro escapou da comissão de Ética da Câmara. Mas foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, em 2015 e também pelo STJ, em 2017. Marco Aurélio Mello explicou que a imunidade presidencial não se encaixa nas situações de esfera civil, como esse. A multa é mequetrefe. O pior é o resto da sentença: pedir perdão à deputada em nota nos jornais, na sua página do facebook e num vídeo e postar no youtube. Marco Aurélio Mello é um dos quatro ministros do STF que o governo planeja limar ainda este ano.

Na proposta da reforma da previdência, o ministro Paulo Guedes planeja diminuir a idade máxima de aposentadoria no serviço público para 70 anos. Cinco a menos que hoje. Na lista da degola, além de Marco Aurélio Mello, estão Celso de Mello, Ricardo Lewandovski e Rosa Weber.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

Queimar para entregar

"Esse governo foi eleito para rifar o Brasil até a sua última gota de riqueza. Bolsonaro vai deixar queimar a Amazônia e de brinde destruirá o agronegócio do Brasil que sofrerá pesados embargos...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247