Moro pode ser investigado por crimes se STF anuir

O jornalista Alex Solnik afirma que "quem deixa de ser juiz não pode voltar a ser. Não tem volta"; "Como todo ministro de estado, ele pode ser investigado por crimes se o STF anuir com a investigação", aponta

Nunca antes na história deste País, a Justiça foi tão parcial
Nunca antes na história deste País, a Justiça foi tão parcial (Foto: Reuters)

 Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia - O cidadão Sérgio Moro demonstra ter dificuldade em se comportar dentro dos limites estabelecidos para determinadas funções da vida pública.     

   Quando era juiz de primeira instância na 13ª Vara Federal de Curitiba, passou a atuar como chefe da acusação e chefe da operação policial, com viés político, do que já se desconfiava com suas demonstrações abundantes da ansiedade em prender e não deixar soltar o ex-presidente Lula, e que ficou claro nas conversas publicadas pelo The Intercept Brasil com o chefe da força tarefa do MPF, Deltan Dallagnol.

   Agora que não é mais juiz, e sim político, Moro está atuando como se ainda fosse, mandando destruir as mensagens encontradas com o hacker de Araraquara que segundo ele, além dos seus, conteriam hackeamentos de meia República – se não da República inteira.

  Ele expôs, dessa forma, a vulnerabilidade do governo do qual faz parte, transformou autoridades em possíveis suspeitos de também terem cometido ilicitudes e se colocou como salvador da pátria: todos vocês foram grampeados, mas não se preocupem: eu os salvarei do risco de escândalo, destruindo tudo.

  E, ao mesmo tempo, protege a si mesmo e ao parça Deltan.

  Só um juiz pode mandar fazer isso, e ele não é mais juiz, muito menos juiz da operação que prendeu o hacker de Araraquara; é um cidadão comum que está ministro da Justiça, sujeito a todas as leis que regem os brasileiros.

  Quem deixa de ser juiz não pode voltar a ser. Não tem volta.

  Como todo ministro de estado, ele pode ser investigado por crimes se o STF anuir com a investigação. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247