Mortes banalizadas e desfile de máscaras

Os judeus entraram no palco para realizar o grande show para os Oficiais de Hitler. A massa, a grande maioria da população está mais cativa do que nunca, só que agora o nazismo está dando as cartas, ele se entranhou nas veias e artérias bozonazifascistas de forma explícita e não quer largar o "osso"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bals Masqués foram muito comuns em Veneza, Florença, e lá na Grécia e em Roma já vigoravam. Os bailes ou Desfiles de máscaras são um viés da Cultura que ainda vigora até os nossos dias. Enquanto burgueses se deleitam aproveitando a Quarentena; com suas gordas poupanças; enquanto temos quase 20.000 mortes por coronavírus.

Os judeus entraram no palco para realizar o grande show para os Oficiais de Hitler. A massa, a grande maioria da população está mais cativa do que nunca, só que agora o nazismo está dando as cartas, ele se entranhou nas veias e artérias bozonazifascistas de forma explícita e não quer largar o "osso".

Homens e mulheres gritam adornados por bandeiras verdes e amarelas ao som do berrante do Rei do Gado. E, em um Brasil de luto; a justa situação de destino dos ideólogos responsáveis por este estado necrófilo de coisas é enviá-los a um tribunal internacional que os julguem como bem merecem por crime de assassinato.

Nos campos de concentração ocorriam montagens de peças teatrais encenadas por prisioneiros do Terceiro Reich, e lá após cada apresentação ocorria também a sinfonia das mortes dos atores em questão, que apenas eram subutilizados e atirados ao lixo; das formas mais variadas, inclusive envenenados por docinhos.

No Brasil teremos um destes espetáculos: um desfile promovido pelo ministério dos Direitos Humanos. E espero que todos vocês pasmem. Aquele ser humano que não sentir um arrepio com tal notícia, talvez já esteja contaminado pelo vírus de uma doença muito grave que já afeta muitos brasileiros: a falta de empatia.

O desfile de crianças mascaradas é com certeza a representação mais grotesca já vista, e denota o quanto este solo que engendrou a ideologia do “Homem bom e passivo” que é de boa paz, e que já fora tão criticado por traduzir-se em passividade crônica.; hoje faz sentirmos saudade deste Jeca; que nunca gritou palavras de ordem repressivas contra a República democrática. 

O Concurso (de confecção) de máscaras, já tem um edital, e premiará quatro crianças. O prêmio será passar um dia inteiro ao lado da ministra Damares e da Primeira Dama. E aí? já conseguem sentir o odor do palácio de Versailles? dos idos do Absolutismo francês? Então, agora poderemos vislumbrar a coleção de sapatos de Maria Antonieta, e enxergar os mortos de fome caídos pelas ruas da milenar França.

#LeiaBrazilevireBrasil

#Abaixoanecropolítica

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247