Morto-vivo

Michel Temer cravou os dentes na jugular do povo brasileiro. Nosferatu, senhor das trevas, príncipe da infâmia que agoniza com uma estaca cravada no peito, só restou ao vampiro um espasmo de valentia, para mostrar que ainda está vivo

Michel Temer cravou os dentes na jugular do povo brasileiro. Nosferatu, senhor das trevas, príncipe da infâmia que agoniza com uma estaca cravada no peito, só restou ao vampiro um espasmo de valentia, para mostrar que ainda está vivo. Por isso não renunciou. Mal sabe ele que é um morto-vivo, sem legitimidade alguma na sociedade, abandonado pelo Congresso, perseguido pela Justiça, jogado na fogueira da mídia que agora lhe nega proteção. O Brasil renunciou a Michel Temer.

Será perseguido pelo povo de tocha na mão, viverá escondido no palácio protegido por cães do inferno, o que de nada adiantará quando a luz da verdade entrar pela vidraça e o atingir em cheio. Seus lacaios o abandonarão. Ninguém subirá à tribuna do plenário para defendê-lo. Não haverá mais rapapés de juízes a bajulá-lo. Sua legitimidade não será reconhecida em nenhuma nação do planeta.

Temer já está condenado a vagar pelas trevas da política. E está sozinho nessa jornada. As hienas risonhas que mastigam a carniça oferecida pelo poder, não serão em números suficientes para garantir qualquer reforma. E muitas delas te atacarão, votando seu impeachment em nome do pai, da mãe, da Angélica e do Luciano Huck. Descerá a rampa sob vaias. Só você, Michelzinho e Marcela.

Seus mentores te abandonaram. E vão te negar qualquer ajuda daqui pra frente. Sem blindagem, sem direcionamentos, sem power points, sem e-mails falsos. Todas as atenções agora vão na sua direção. Tente uma escapada desesperada para a Transilvânia, pois aqui, no Brasil, você já virou pó.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247