Muito mais que uma Caravana – um compromisso com o futuro!

Pelo enorme apoio popular e pelos compromissos com a retomada democrática do Brasil, a Caravana de Lula vai muito além das eleições de 2018 e expressa algo mais profundo. Ela expressa a resistência democrática e o renascimento da consciência de cidadania de um povo que não aceita ser tratado pelo governo golpista como uma massa resignada de escravos

www.brasil247.com - Pelo enorme apoio popular e pelos compromissos com a retomada democrática do Brasil, a Caravana de Lula vai muito além das eleições de 2018 e expressa algo mais profundo. Ela expressa a resistência democrática e o renascimento da consciência de cidadania de um povo que não aceita ser tratado pelo governo golpista como uma massa resignada de escravos
Pelo enorme apoio popular e pelos compromissos com a retomada democrática do Brasil, a Caravana de Lula vai muito além das eleições de 2018 e expressa algo mais profundo. Ela expressa a resistência democrática e o renascimento da consciência de cidadania de um povo que não aceita ser tratado pelo governo golpista como uma massa resignada de escravos (Foto: Benedita da Silva)


A Caravana Lula tem a mesma programação nos estados por onde passa. Fala com o povo nas praças e nas rádios locais. Fala com reitores, professores e estudantes nas universidades e instituto de educação que criou. Vimos empregadas domésticas emocionadas agradecer a Lula por seus filhos formados. Muitos jovens negros com seus diplomas nas mãos também agradecendo a oportunidade de ter cursado uma faculdade.

Na Caravana, Lula assume com o povo mobilizado o compromisso de resgatar seus direitos e fazer o país crescer novamente, gerando emprego e inclusão social. É o renascimento da esperança do povo expresso em duas palavras: Volta Lula!

Mas Lula fundamenta tudo o que propõe como fez na entrevista à rádio Continental de Campos/RJ: "Eles falam que a dívida pública cresceu em relação ao PIB. Só tem um jeito de diminuir a dívida pública. Aumentar o PIB. E para aumentar o PIB tem de ter investimento. E para ter investimento o Estado tem de ser indutor. Os bancos públicos têm um papel importante".

É uma visão totalmente oposta à política econômica do golpista Meirelles, que insiste nos dogmas superados do neoliberalismo num momento em que estes já são questionados até mesmo no FMI e Banco Mundial. Enquanto Lula defende investimentos públicos, politica de crédito e o mercado interno, para girar a roda da economia, a dupla Temer/Meirelles, com a receita do passado FHC, corta investimentos, suprime direitos e faz a privatização cega do patrimônio nacional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Caravana de Lula debate diretamente com o povo um programa de governo que vai fazê-lo retornar para o Orçamento Público e se tornar a prioridade do presidente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por onde Lula passa destaca três pontos: a retomada do crescimento, o resgate dos direitos sociais e trabalhistas e a prioridade da educação. Por isso Lula sempre visita uma universidade ou um Instituto de Educação. Como diz ele de forma precisa, "país rico não é o que exporta soja e minérios, mas o que exporta conhecimento, tecnologia, e isto só se consegue priorizando a educação do povo".

No último dia da Caravana pelo Rio de Janeiro Lula visitou o Campus da Universidade Rural em Nova Iguaçu e a UERJ. Com isso ele quis mostrar que a educação pública, gratuita, de qualidade e com cotas e a sua implantação no interior e nas periferias, como a Baixada Fluminense, continuará sendo prioridade caso volte a ser presidente, como é a vontade da maioria dos eleitores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas Lula pretendeu manifestar também a sua indignação contra a absurda decisão de um governo estadual submisso, que visa fechar uma universidade pública de qualidade, como a UERJ, apenas para atender à política de privatização do ensino superior defendido pelo governo golpista.

Sobre a crise do estado Lula afirmou que a sua recuperação vai depender do governo federal voltar a investir no Rio de Janeiro, sobretudo para retomar o crescimento da indústria do petróleo e gás, do setor naval e dos investimentos da Petrobras. E que a violência que existe no Rio, mas também em todo o país, se enfrenta não somente com "polícia, armas e inteligência", mas principalmente gerando emprego e investindo na educação pública.

Pelo enorme apoio popular e pelos compromissos com a retomada democrática do Brasil, a Caravana de Lula vai muito além das eleições de 2018 e expressa algo mais profundo. Ela expressa a resistência democrática e o renascimento da consciência de cidadania de um povo que não aceita ser tratado pelo governo golpista como uma massa resignada de escravos. É isso o que significa o grito que ouvimos em toda parte: Lula de novo com a força do povo!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email