Não é possível que Serra não saiba que o Brasil já é parlamentarista

"A população não aceita o parlamentarismo, como demonstrou em dois plebiscitos, ou seja, não quer que os deputados mandem no país mais ainda do que já mandam. Não é possível que um cara bem instruído como José Serra não saiba disso e venha com projetos para instituir o que instituído está. Deveria apresentar um projeto para acabar com o parlamentarismo, isto sim", diz o colunista Alex Solnik, lembrando que, com o golpe de 2016, o Brasil passou a ser regido por uma espécie de semiparlamentarismo

"A população não aceita o parlamentarismo, como demonstrou em dois plebiscitos, ou seja, não quer que os deputados mandem no país mais ainda do que já mandam. Não é possível que um cara bem instruído como José Serra não saiba disso e venha com projetos para instituir o que instituído está. Deveria apresentar um projeto para acabar com o parlamentarismo, isto sim", diz o colunista Alex Solnik, lembrando que, com o golpe de 2016, o Brasil passou a ser regido por uma espécie de semiparlamentarismo
"A população não aceita o parlamentarismo, como demonstrou em dois plebiscitos, ou seja, não quer que os deputados mandem no país mais ainda do que já mandam. Não é possível que um cara bem instruído como José Serra não saiba disso e venha com projetos para instituir o que instituído está. Deveria apresentar um projeto para acabar com o parlamentarismo, isto sim", diz o colunista Alex Solnik, lembrando que, com o golpe de 2016, o Brasil passou a ser regido por uma espécie de semiparlamentarismo (Foto: Alex Solnik)

Quem sempre mandou no Brasil, quem sempre derrubou e elegeu governos foi e é a Câmara dos Deputados, o que pode ser facilmente constatado na cronologia dos últimos 56 anos:

   1961: a Câmara dos Deputados derruba o presidente Jânio, que renuncia;

   1964: a Câmara dos Deputados derruba o presidente João Goulart declarando seu cargo vago;

   1964: a Câmara dos Deputados elege o primeiro presidente da ditadura militar: Castello Branco;

   1965: a Câmara dos Deputados apoia a cassação de políticos, a maioria, deputados;

   1968: a Câmara dos Deputados apoia o AI-5 ou a proclamação da ditadura;

   1985: a Câmara dos Deputados derruba a ditadura elegendo o primeiro presidente civil desde 1960;

   1992: a Câmara dos Deputados afasta o primeiro presidente eleito pelo voto direto desde 1960;

   2016: a Câmara dos Deputados afasta a primeira mulher presidente;

   2017: a Câmara dos Deputados vai afastar ou não Temer.

   Não é de agora, o Brasil sempre foi parlamentarista, ao menos desde 1831, apesar de a Constituição dizer que o regime é presidencialista.

   E tem o seguinte: o Senado jamais contestou o que a Câmara decidiu em nenhuma dessas questões.

   A população não aceita o parlamentarismo, como demonstrou em dois plebiscitos, ou seja, não quer que os deputados mandem no país mais ainda do que já mandam.

   Não é possível que um cara bem instruído como José Serra não saiba disso e venha com projetos para instituir o que instituído está.

   Deveria apresentar um projeto para acabar com o parlamentarismo, isto sim.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247