Não seria o caso de impedir a fuga de Weintraub?

"Weintraub é demitido e o governo se apressa a arranjar uma sinecura para ele no exterior. Ele mesmo anunciou que pretender deixar o Brasil o mais rápido possível. Está fugindo da justiça, pura e simplesmente", destaca o professor de Ciência Política da UnB, Luis Felipe Miguel

Abraham Weintrab anuncia sua demissão do MEC (18.6.20)
Abraham Weintrab anuncia sua demissão do MEC (18.6.20) (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Luis Felipe Miguel em seu Facebook - Em março de 2016, Dilma nomeou Lula para a Casa Civil.

Moro pegou a gravação ilegal de uma conversa da presidente e fez um vazamento também ilegal. Gilmar Mendes aproveitou a oportunidade e proibiu a nomeação, argumentando que o objetivo dela seria apenas dar foro especial a Lula, ou seja, burlar o sistema judiciário.

Era mentira. Lula na articulação política do governo era o último recurso que Dilma tinha para tentar parar o impeachment. Na época já era fácil ver isso.

Hoje se sabe que várias outras escutas ilegais de conversas entre a presidente e seu antecessor, nas mãos de Moro e seus cúmplices, comprovavam essa interpretação. Mas é claro que essas ele não vazou.

Ano passado, o novo Gilmar, esse democrata indômito, disse em entrevista que foi enganado pela Lava Jato para impedir a nomeação. A gente até tentaria acreditar, se não soubesse que ele esteve envolvido até a medula na trama do golpe de 2016.

Agora, Weintraub é demitido e o governo se apressa a arranjar uma sinecura para ele no exterior. Ele mesmo anunciou que pretender deixar o Brasil o mais rápido possível.

Está fugindo da justiça, pura e simplesmente.

Bolsonaro deixou claro, no vídeo de despedida, que seu antigo bufão de estimação não o agrada mais. Mas está agindo com presteza para conseguir que Weintraub se evada – ao ponto de sacrificar um cargo importante, no Banco Mundial, dando-o a alguém de reconhecida falta de seriedade e de competência.

Certamente tem medo do que ele pode contar. Uma delação premiada de Weintraub não seria brincadeira.

Não seria o caso de impedir essa nomeação/fuga?

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247