Nota de 3

"A deputada Maria Do Rosário não pode aceitar essa nota de retratação de Bozo, por absurdamente falsa e cínica", defende Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia; "A Justiça mandou ele se desculpar, não fingir que está se desculpando. O texto é um escárnio e um acinte contra as mulheres e a inteligência alheia", diz ele

Nota de 3
Nota de 3
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Leandro Fortes, para o Jornalistas pela Democracia - A deputada Maria Do Rosário não pode aceitar essa nota de retratação de Bozo, por absurdamente falsa e cínica.

A Justiça mandou ele se desculpar, não fingir que está se desculpando. O texto é um escárnio e um acinte contra as mulheres e a inteligência alheia.

Ele aproveitou para repetir a tese furada de que foi ofendido e chamado de estuprador, além de se colocar como vítima do calor de uma discussão.

Incrível como uma decisão judicial pode ser desrespeitada dessa forma.

E colocar aquele discurso patético de Micheque, na posse, como protagonismo feminino é uma ofensa e um deboche que só uma mente doentia pode supor ser um trunfo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247