Nova esquerda se afirma na França

Surge uma força anti-neoliberal, que integra as outras forças, pela capacidade de aglutinação do seu amplo programa

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Sarah Meyssonnier)


Com uma belíssima campanha, que deu expressão às forças progressistas na França, sob a direção de Jean-Luc Mélenchon, a França Insubmissa representa a consolidação da nova esquerda no país.

Depois de ter sido chamada por Engels de "laboratório de experiências políticas", de ter vivido a Revolução de 1789, a Revolução de 1848, a Comuna de Paris, as barricadas de 1968, a França também foi vítima da virada conservadora que afetou a toda a Europa. A própria classe trabalhadora francesa, que votava sempre pelos socialistas ou pelos comunistas, passou a votar majoritária pela extrema direita.

O eixo da esquerda europeia em todo pós-guerra, constituído pela aliança socialista-comunista, se desfez, sob o efeito de dois grandes fenômenos: a adesão da social democracia ao neoliberalismo, com os governos de Mitterrand e de Felipe González, e o fim da URSS, com o efeito de debilitamento dos partidos comunistas. Se desfez assim o bloco histórico da esquerda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neste século foram surgindo expressões de uma nova esquerda, sob a influência direta da nova esquerda latino-americana, mas nenhuma delas tinha ainda se consolidado. Podemos, da Espanha, a melhor expressão desse novo movimento, terminou abandonando o projeto original de ser uma alternativa ao PSOE, para somar-se a esse partido, de forma subordinada, no governo. Na Itália, em Portugal, na Alemanha, na Inglaterra, tampouco essas forças conseguiram, até aqui, se afirmar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A França, uma vez mais, surgiu como laboratório de experiências políticas, com o movimento dirigido por Mélenchon, que já havia obtido resultados excelentes nas eleições presidenciais – quase chegando ao segundo turno – e na primeira eleição parlamentar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A França Insubmissa conseguiu, em base aos resultados obtidos, organizar uma ampla frente de esquerda, com a adesão dos socialistas e dos verdes, com hegemonia de um programa claramente anti-neoliberal, com um horizonte socialista.

Embora não tenha conseguido obter a maioria que Mélenchon projetava, logrou ser a grande força opositora, redesenhando o marco político francês. Um marco que havia sido polarizado entre a extrema-direita e a direita, a ponto que, mais de uma vez, a esquerda teve que votar pela direita, para evitar a vitória da extrema-direita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O extraordinário desempenho da França Insubmissa desloca aquela polarização, conquistando para a esquerda, de novo, um lugar de destaque na luta política francesa. Surge uma força anti-neoliberal, que integra as outras forças, pela capacidade de aglutinação do seu amplo programa, que incorpora a todas as grandes reivindicações dos movimentos sociais.

A França volta a atrair os olhos da esquerda em todo o mundo, somando-se à América Latina, rompendo o isolamento desta e projetando de novo, como no Fórum Social Mundial, uma frente global contra o neoliberalismo, que tem nos Brics, sua expressão mais destacada. 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email