O "Brazil" tem excesso de pulhas!

Os documentários investigativos precisam continuar chovendo sobre os brasileiros: como chuva de pétalas de rosas que venha perfumar as estradas pantanosas de todos os invisíveis que desconhecem seus próprios direitos naturais. Representamos, na qualidade de jornalistas, os mais frágeis. O Código de Ética lega uma postura compromissada com o bem estar da sociedade

www.brasil247.com - Jornalista Joaquim de Carvalho
Jornalista Joaquim de Carvalho (Foto: Reprodução)


Na última terça-feira (14) foi confirmada a primeira morte de um professor após o retorno às aulas presenciais. Um mês após a volta às aulas, o professor Joseli Gomes de Farias, do CED Stella dos Cherubins Guimarães Trois, em Planaltina, faleceu de covid-19 aos 53 anos, no hospital de campanha do Gama.

Em nota, o Sinpro-DF esclarece que, além do óbito, foram registrados mais seis casos positivos de covid-19 no CED Stella dos Cherubins Guimarães Trois. “O quadro se apresenta em um momento em que a Secretaria de Educação (SEDF) descumpre o acordo feito com o Sinpro e determina o retorno presencial imediato daqueles e daquelas que não completaram o ciclo de imunização", destaca. E tal fato merece um documentário investigativo, indubitavelmente.

Os documentários investigativos precisam continuar chovendo sobre os brasileiros: como chuva de pétalas de rosas que venha perfumar as estradas pantanosas de todos os invisíveis que desconhecem seus próprios direitos naturais.

Representamos, na qualidade de jornalistas, os mais frágeis. O Código de Ética lega uma postura compromissada com o bem estar da sociedade. 

Perscrutar o fato é uma premissa da profissão multifacetada e crítica; e ademais, o Código, em seu capítulo dois, artigo sexto e parágrafo sétimo, nos garante: "Combater e denunciar todas as formas de corrupção, em especial quando exercidas com o objetivo de controlar a informação". O jornalista Joaquim de Carvalho recebeu 21 perguntas abrasivas (advindas de uma iniciativa da Folha de São Paulo) que reagiu de maneira inóspita à sua produção documentarista sobre o episódio da facada ou fakeada no coração do Brasil: tal atitude é reveladora do quanto nosso país está transbordando de malfeitores travestidos de profissionais da comunicação a serviço de um fascismo neoliberal rigorista.

O presidente disse recentemente que o Brasil tem excesso de professores; mas na verdade o Brasil tem excesso de pulhas…

#SEUBRASIL

#LEIABRAZILEVIREBRASIL

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247