O caso Padilha: ratos abandonam o navio

"José Padilha não percebeu, agora, que Sérgio Moro é um juiz parcial", diz Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia; "Padilha, enquanto pôde, alinhou-se à narrativa fascistinha que dava ibope na Globo e nas rodinhas do MBL, a ponto de criar uma série na Netflix - O Mecanismo - montada exclusivamente para servir de ração aos filhotes da geração das tais jornadas de 2013", critica; "Com o bolsonarismo tornado um vexame internacional, e Moro, leão-de-chácara de uma família ligada a mílicias assassinas, Padilha está colocando em prática um plano de fuga tão ignóbil quanto seu apoio ao Bozo"

O caso Padilha: ratos abandonam o navio
O caso Padilha: ratos abandonam o navio

Por Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia

José Padilha não percebeu, agora, que Sérgio Moro é um juiz parcial. Nem nenhum desses jornalistas que, depois de uma década alimentando o ódio ao PT e às esquerdas, agora se dizem horrorizados com o Bozo, o bebê de Rosemary que cada um deles ajudou a parir.

O fato é que, para destruir o PT e o projeto popular da esquerda brasileira, os cães de guarda da mídia, seus colunistas de aluguel, seus repórteres tarefeiros e seus editores de merda, gestaram um monstrengo neonazista sobre o qual perderam o controle, ainda no nascedouro.

Agora, querem se livrar da responsabilidade.

Padilha, enquanto pôde, alinhou-se à narrativa fascistinha que dava ibope na Globo e nas rodinhas do MBL, a ponto de criar uma série na Netflix - O Mecanismo - montada exclusivamente para servir de ração aos filhotes da geração das tais jornadas de 2013. Um canalha que cuspia preconceitos e puxava o saco da Lava Jato de olho na popularidade de Moro e nos dividendos da operação.

Com o bolsonarismo tornado um vexame internacional, e Moro, leão-de-chácara de uma família ligada a mílicias assassinas, Padilha está colocando em prática um plano de fuga tão ignóbil quanto seu apoio ao Bozo.

Do mesmo jeito que os jornalistas que apoiaram e comemoraram todo tipo de absurdo, preconceito, violência e arbítrio contra Lula e o PT, mas que, diante do naufrágio do governo nazista que ajudaram a eleger, agora ficam nas redes sociais fazendo textões pela democracia e pela liberdade de expressão.

São todos e todas, sem uma única exceção, ratos e ratazanas abandonando o barco que ajudaram a construir, peça por peça.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247