O descobrimento de Cabral

A 22 de abril de 1500 Cabral descobriu o Brasil. A 17 de novembro de 2016 o Brasil descobriu Cabral

Rio de Janeiro; 31-07-2013; Governador Sérgio Cabral na inauguração do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer; fotógrafo:Bruno Itan
Rio de Janeiro; 31-07-2013; Governador Sérgio Cabral na inauguração do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer; fotógrafo:Bruno Itan (Foto: Alex Solnik)

A 22 de abril de 1500 Cabral descobriu o Brasil.

A 17 de novembro de 2016 o Brasil descobriu Cabral.

É o segundo ex-governador do Rio preso na sequência de protestos contra calote aos servidores do atual governo Pezão.

Parece ter sido uma resposta política ao apelo popular e ao quebra-quebra.

Uma forma de acalmar os ânimos.

Nada contra prender governantes larápios.

Tudo contra usar a Justiça com fins políticos.

Os fins não justificam os meios.

Tenho pena de seu pai, também Sérgio Cabral, a quem alguns desavisados tendem a atribuir as maracutaias do filho.

Tinha um nome impoluto. Uma das cabeças mais lúcidas do Pasquim. Um dos maiores historiadores da música popular brasileira.

Ao longo dos anos, seu nome, confundido com o do filho tem sido achincalhado impiedosamente.

Cabral conseguiu a façanha inédito de manchar seu nome e o do pai de cambulhada.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Jandira Feghali

O massacre como política

Quem deterá o governador Witzel? Com certeza não será sua humanidade, já que comprovou não lhe restar nenhuma. É preciso transformar nossa indignação em protestos e ações institucionais e políticas...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247