O efeito Heloísa e o esvaziamento da esquerda

Ao que parece, Heloísa Helena decepcionou as esquerdas. Muitas vezes a busca pelo poder muda a "bússola" de uma pessoa. Há quem acredite que não há grandes talentos sem grandes fraquezas

Ao que parece, Heloísa Helena decepcionou as esquerdas. Muitas vezes a busca pelo poder muda a "bússola" de uma pessoa. Há quem acredite que não há grandes talentos sem grandes fraquezas
Ao que parece, Heloísa Helena decepcionou as esquerdas. Muitas vezes a busca pelo poder muda a "bússola" de uma pessoa. Há quem acredite que não há grandes talentos sem grandes fraquezas (Foto: Voney Malta)

Já escrevi algumas vezes e torno a repetir: a gente é escravo da palavra dita e dono da palavra não dita. Essa frase tem ligação direta com o estilo de fazer política da vereadora Heloísa Helena (PSOL), candidata ao Senado.

Acostumamos-nos a vê-la de dedo em riste, acusadora, agressiva, como quem está sempre pronta para pular no pescoço do seu opositor. Nos últimos tempos, entretanto, vemos uma HH na Câmara Municipal sem críticas ao governo do PSDB na Prefeitura de Maceió e no governo estadual.

Pode ser só coincidência. Entretanto, nos últimos dias tem recebido declaração de apoios dos tucanos usineiros. Primeiro o governador Vilela através do seu candidato Júlio Cezar. Em seguida o deputado federal Alexandre Toledo e Lucila Toledo, esposa do presidente da Assembleia, Fernando Toledo.

Porém, como fica a questão ideológica? Como fica o apoio de representantes de um setor combatido por ser exemplo de exploração do trabalhador? Por conta disso, o PSTU já retirou o apoio à candidatura ao Senado e publicou uma carta expondo os seus motivos. Para o PSTU HH abraça os setores reacionários em nome de um projeto particular.

O PSOL de Heloísa foi criado a partir de dissidências do PT por considerarem as políticas petistas conservadoras, de direita, além de fazerem alianças fisiológicas e corruptas. Esse foi o motivo do rompimento e da criação do partido em 2004.

Já PSTU é uma organização socialista, que reivindica o marxismo revolucionário, baseando-se nas teorias e práticas de Lenin, Trotski e de Nahuel Moreno. Apoia as lutas contra a burguesia e o governo, as greves por salário e por melhores condições de vida, as ocupações de terra e de prédios públicos, por reforma agrária.

Ao que parece, HH decepcionou as esquerdas. Muitas vezes a busca pelo poder muda a "bússola" de uma pessoa. Há quem acredite que não há grandes talentos sem grandes fraquezas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247