O Leviatã da Shell

Entre os males que sofremos com Macri está o de parar de comprar o gás barato da Bolívia para começar a pagar pelo gás mais caro da Shell do Chile. Em um futuro não tão distante ao caminhar em uma praia no Brasil, se vai aderir aos nossos pés o óleo derramado pelo golpe, o óleo da Shell

Entre os males que sofremos com Macri está o de parar de comprar o gás barato da Bolívia para começar a pagar pelo gás mais caro da Shell do Chile. Em um futuro não tão distante ao caminhar em uma praia no Brasil, se vai aderir aos nossos pés o óleo derramado pelo golpe, o óleo da Shell
Entre os males que sofremos com Macri está o de parar de comprar o gás barato da Bolívia para começar a pagar pelo gás mais caro da Shell do Chile. Em um futuro não tão distante ao caminhar em uma praia no Brasil, se vai aderir aos nossos pés o óleo derramado pelo golpe, o óleo da Shell (Foto: Guillermo Gomez)

Um turista europeu, que não estava muito ligado ao universo e à matemática do futebol, perguntou-se na Argentina: Por que os argentinos são todos negros e têm camisas verdes?

Foi o jogo da Nigéria contra a Islândia, onde todos os cafés de Buenos Aires foram encorajados a torcer pelo país africano ...

Mas o que os europeus não sabiam era que a Shell aumentou a desigualdade social na Nigéria e na Argentina.

Na Nigéria, a Royal Anglo-Dutch Shell derramou um milhão e meio de toneladas de petróleo, pondo fim à agricultura e à pesca de muitos nigerianos. Esses derramamentos também causaram a morte de crianças recém-nascidas.

As riquezas geradas pelo petróleo da Nigéria foram aos paraísos fiscais dos acionistas da Shell e ao caro padrão de vida de seus governantes.

Na Argentina, Juan José Aranguren deixou a Shell para ser o ministro de energia na Argentina. Este ministro quebrou a Argentina, priorizando os lucros das empresas de energia e fazendo-o pagar taxas abusivas à população.

Aranguren renunciou, mas entrou para a história por ter sido presidente de dois Shell Offshore e por falar (como ministro da energia) que não trazia o seu dinheiro do estrangeiro porque não confiava na Argentina.

Entre os males que sofremos com Macri está o de parar de comprar o gás barato da Bolívia para começar a pagar pelo gás mais caro da Shell do Chile.

Em um futuro não tão distante ao caminhar em uma praia no Brasil, se vai aderir aos nossos pés o óleo derramado pelo golpe, o óleo da Shell.

Se a Nigéria tivesse um governo que defendesse seu petróleo, a revista Olha e a TV Nojo ridicularizariam seu presidente, eles iriam a encher a cabeça da desnorteada classe média com medos a esse pais, eles teriam horror pelo governo nigeriano.

Mas como o governo nigeriano tem uma posição entreguista e pusilânime para o capital estrangeiro, as imprensas corporativas não fala nada desse país.

Bem, afinal, a Rainha Máxima Zorreguieta da Shell é argentina de nascimento e funcional para o capital estrangeiro.

Não se pode escandalizar ninguém, é como qualquer reacionário de classe média nativo que acredita na revista Olha...

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Eric Nepomuceno

O Equador saindo do beco. Será?

"O problema de Lenín Moreno deixou de ser com os indígenas e a população equatoriana. Agora, ele terá de se entender é com o FMI. E vai fazer isso sabendo que se tornar a se submeter, um furacão...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247