O PT nas olimpíadas da injustiça

Delação segue atirando uma bala de canhão no peito do chanceler José Serra: Pelas adutoras de um propinoduto montado nas obras da Rodoanel deslizaram 23 milhões de reais para os cofres da campanha do político tucano. Mais grave: foi tudo pago no exterior. Combustível sobrando para complicar a vida de qualquer partido político

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Nem só de golpe vive a FIESP (uma vaquinha de 500 milhões garantiu os votos do impeachment). Sabe-se agora, que seu então presidente, Paulo Skaf andou traquinando nas propinas da Obredecht, quando candidato ao governo de São Paulo, pelo partido que arrancou o poder das mãos de Dilma para 'estancar a sangria da Lava Jato'. Foram 6 milhões de reais repassados como caixa 2.
Quem diria, o presidente da poderosa FIESP, pegando uma merreca da Odebrecht para financiar sua campanha!

O pedido foi solicitado em pleno palácio do Jaburu, pelo então vice-presidente, Michel Temer e o seu atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha
A delação é um petardo com explosivo capaz de derrubar qualquer presidente eleito democraticamente ( por nada, Dilma caiu).
Vale aguardar o que vai acontecer com um presidente interino sem ter um único voto dos brasileiros.

A mesma delação segue atirando uma bala de canhão no peito do chanceler, José Serra: Pelas adutoras de um propinoduto montado nas obras da Rodoanel deslizaram 23 milhões de reais para os cofres da campanha do político tucano. Mais grave: foi tudo pago no exterior. Combustível sobrando para complicar a vida de qualquer partido político.

Falar nisso, o 'tucano', Gilmar Mendes, anti-petista compulsivo, anda mexendo em todos os cordões para tentar extinguir o Partido dos Trabalhadores. O ministro(?), vem a ser o mesmo que levou pra casa 180 mil reais do mensalão mineiro.( Carta Capital ) e nada aconteceu!

Fossem aquelas delações contra petistas e as sirenas midiáticas estariam a ressoar todo dia e toda noite nos ouvidos manipulados dos brasileiros e as investigações na Lava Jato disputando os 100 metros rasos com Usain Bolt

E Jucá? por onde anda Jucá, flagrado confabulando com seus colegas de partido para derrubar uma presidente eleita por 54 milhões de brasileiros?.

E nunca mais se falou de Jucá. Queria parar a Lava jato para livrar sua cara e a de seus parceiros. Renunciou e nada mais aconteceu!

Enquanto isso Lula virou réu, acusado de obstruir a justiça sem uma única base, e sem o juiz Ricardo Augusto Leite ouvir uma única palavra da defesa. E o juiz é o dito cujo, que está sendo investigado por obstruir(aí sim!) as investigações da operação Zelotes para livrar a cara da moçada do banco Safra, Bradesco e Santander... que surrupiaram da Receita Federal a besteira de 19 bilhões de reais. E nada aconteceu!

Mas aí, Dilma também virou ré sem ter cometido um único crime de responsabilidade, num processo que conta com o auxílio luxuoso de Aécio Neves, grande medalhista na lava Jato e Eduardo Cunha, o Michael Phelps da corrupção brasileira. O relator, o tucano Anastasia, se somadas todas as pedaladas fiscais no governo de Minas, leva fácil a medalha de ouro na prova de ciclismo de estrada.. E nada aconteceu!

A que ponto chegou esse país, a conviver com tanta malandragem e manipulações do judiciário, da mídia, da política!

Até quando os trogloditas midiáticos vão conseguir manter o país nessa letargia? Até quando vai-se suportar tantas injustiças?

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247