Olá, mas não está tudo bem

Nasce triste o dia em que um jornalista progressista morre.

Fará imensa falta neste período de retrocesso,nesta página infeliz da nossa história.

Mas, lutou o bom combate e nos transferiu a fé no que virá.

Qual o preço do jornalismo de verdade?

Ousadia, coragem.

Senso crítico amplo, profundo e sarcástico.
Isso pode custar a vida?

Com a morte de PHA, como não lembrar de Paulo Francis, ambos perseguidos por quem denunciavam e vítimas de infarto?

Francis, processado por denunciar desmandos da diretoria da Petrobras, morreu entalado com a perseguição e medo de uma ação milionária de indenização por dano moral.

Amorim, recentemente demitido pelas críticas que fazia ao governo Bolsonaro, à Lava Jato, aos juízes e procuradores que corromperam a força-tarefa contra a corrupção.

Dois Paulos, o mesmo destino

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

Eros

Do jeito que estava não podia continuar. Não havendo compradores para a única mercadoria que lhes sobrava arrumaram uma maneira de ganhar a vida, uma nova

Ao vivo na TV 247 Youtube 247