Os cavaleiros do apocalipse e as delações fantasiosas

Os quatro cavaleiros do Apocalipse, ajudarão com as suas falsas verdades a passar a limpo o Brasil. Com isso livrarão a nação do mostro corruptor que se tornou o sistema político brasileiro e os seus meandros que vão de caixas dois e propinas, passando por lavagens de dinheiro e até as evasões de divisas

Os quatro cavaleiros do Apocalipse, ajudarão com as suas falsas verdades a passar a limpo o Brasil. Com isso livrarão a nação do mostro corruptor que se tornou o sistema político brasileiro e os seus meandros que vão de caixas dois e propinas, passando por lavagens de dinheiro e até as evasões de divisas
Os quatro cavaleiros do Apocalipse, ajudarão com as suas falsas verdades a passar a limpo o Brasil. Com isso livrarão a nação do mostro corruptor que se tornou o sistema político brasileiro e os seus meandros que vão de caixas dois e propinas, passando por lavagens de dinheiro e até as evasões de divisas (Foto: Ricardo Fonseca)

Num dia bandidos de colarinho branco  presos em operações espetaculosas da polícia federal. Estamparam capas de jornais e revistas, além de ocuparem minutos precisos de todos os telejornais brasileiros.  Os poderosos foram execrados publicamente e submetidos a todo os tipos de pressões psicológicas possíveis e imagináveis. No outro transformaram-nos em heróis instantâneos, justiceiros da moral e dos bons costumes e que ironicamente foram  corrompidos única e exclusivamente pelo sistema político implantado por Lula e Dilma, ao longo dos treze anos de governos socialistas do PT. 

Os quatro cavaleiros do Apocalipse, ajudarão com as suas falsas verdades a passar a limpo o Brasil. Com isso livrarão a nação do mostro corruptor que se tornou o sistema político brasileiro e os seus meandros que vão de caixas dois e propinas, passando por lavagens de dinheiro e até as evasões de divisas.

Era a visão bíblica e profética do Apóstolo João que o fim dos bons tempos estava mais próximo do que nunca. Peste, Guerra, Fome e Morte, andam de carro importado, gostam de vinhos caros, jantares fartos e de dar presentes luxuosos como vultosas gratificações financeiras em troca de pequenos favores. São verdadeiros anjos generosos, que caíram do céu com a missão de presentar a terra, para deixar a boa vida mais feliz.

Leo Pinheiro da OAS, também conhecido como Peste, ficou reprovado no primeiro teste do semideus Sérgio Moro. O motivo? Não ousou em tocar no nome do ex-presidente (desagradando a República de Curitiba), ou fez qualquer menção dele em acordos ilícitos com a sua mega Construtora do Bem. Resultado? Em junho de 2016 teve essa delação recusada para a tristeza dos Coxinhas Unidos do Brasil-CUBs, que queriam mais...

Preso novamente eles queriam a “garantia da ordem pública, conveniência da instrução criminal e segurança da aplicação da lei penal”. Eles queriam “obter qualquer afirmação que corroborasse a insustentável tese de que Lula seria dono de um apartamento no Guarujá.” Bingo!

O Peste da OAS então muda de advogado e de depoimento. Era a sua única e exclusiva salvação, a saída do calabouço escuro e frio que havia se metido. Em direção de uma pseudo-Luz  natural, ele incrimina Lula dizendo o que tanto queriam ouvir: “ Que Lula é o verdadeiro dono do tríplex do Guarujá”. E não satisfeito, disse que o ex presidente teria pedido que destruísse as provas sobre o pagamento de propina para o PT. Essa conversão da segunda delação que incrimina Lula só convenceu ele mesmo, Moro e seus seguidores, mais ninguém. Confira trechos dessa delação aqui:

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/eu-cometi-crimes-confessa-leo-pinheiro-estou-aqui-para-falar-a-verdade/ 

Emílio e Marcelo Odebrecht, também conhecidos como os Morte. Sim, se meteu com eles “está praticamente morto.” Os dois estão com os depoimentos muito bem ensaiados, decorados e afinados no tom que os profetas da Lava-Jato gostariam de ouvir.

Marcelo Odebrecht, o filho  e presidente da maior empreiteira desse País ( Mãe de quase todos os políticos) que foi afastado porque foi preso em junho de 2015 e com o benefício dessa delação, será solto agora em 2017. Disse ele: “No que tange a questões de caixa 2, tanto Lula quanto Dilma, eles tinham conhecimento do montante, digamos assim, não necessariamente do valor preciso, mas tinham conhecimento da dimensão de todo o nosso apoio ao longo dos anos”. Confira aqui:

http://www.metrojornal.com.br/nacional/brasil/veja-a-integra-do-depoimento-de-marcelo-odebrecht-em-acao-contra-palocci-355916

Já o papai e hiper empreiteiro Emílio, disse que mandou devolver um terreno que havia sido comprado do publicitário Duda Mendonça ( fez as campanhas de Lula), como pagamento de uma dívida de caixa 2 que ele cobrou da Odebrecht logo após a prisão de Marcelo. Ele conta que depois da décima quarta fase da Lava-Jato, foram definidas regras dentro da organização: “Uma delas foi, que daí para frente, terminou o caixa 2, zerava. Os compromissos que existiam, morto, morreu, desfazer tudo, não existe mais".

Graças a delação do senhor “Morte”, de seus executivos e de ex-executivos da Odebrecht,  baseou-se  a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin de autorizar a investigação de 8 ministros, 3 governadores, 24 senadores e 39 deputados. Ou seja uma limpa no alto clero político brasileiro. Confira a delação dele aqui:

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/assista-a-delacao-premiada-de-emilio-odebrecht/

Após os capítulos finais da Operação Leva-Petistas... Opa, Lava-Jato, o artigo. 5º, LVII, da Constituição Federal, que versa sobre a Presunção da Inocência e diz que o ônus da prova é do acusador, será estupidamente mudado. Afinal, pela Justiça de Curitiba todo petista ou amigo de petista é culpado até que ele, seus advogados ou qualquer pessoa prove o contrário. Depois da Condução Coercitiva de Lula e a cegueira do STF, tudo é tecnicamente legal e juridicamente possível.

Talvez por esse motivo o judiciário esteja em polvorosa com PL 280, também conhecida como “ Lei do Abuso de Autoridade”, que deveria ser votada em regime de urgência para frear egos de juízes e procuradores, que se utilizam da lei para fazer justiça às avessas. Será que é clichê dizer que essa lei vai frear a Lava-Jato ou um conflito real deles mesmos, por entenderem que em suas decisões conscientes há abusos e/ou excessos sendo cometidos a rodo em primeira instância em Curitiba?

Ricardo Pessoa da UTC Engenharia, conhecido agora como o Fome, foi condenado a 8 anos e 2 meses de prisão por integrar esquema de fraudes em contratos da Petrobras, na sétima fase da Operação Lava Jato ( Juízo final). Ele fechou acordo de delação premiada ( em Maio de 2014) quando já estava livre e ganhou até elogio do todo poderoso chefe da operação sobre  a sua conduta: “sinaliza possível arrependimento, sentimento elogiável” e cumpriu “os primeiros passos para a reabilitação com a sociedade”, mas ainda é insuficiente para levar ao perdão judicial. Ele cumpre pena em “regime domiciliar diferenciado”, como negociado com o MPF no acordo de delação. Até novembro de 2017, ficará proibido de viajar ao exterior, mudar-se de domicílio e ausentar-se do local da comarca por mais de 15 dias, sem autorização do juízo.

Outro dia. Fome foi confundido com o Peste ( Leo Pinheiro ), num café dos Jardins em São Paulo, quando um cliente exaltado perguntou-lhe se não era o dono da OAS. Pessoa prontamente respondeu: “ Não, trabalho com Informática”, segundo matéria de 27 de janeiro de 2017, no site da Veja.com.

Segundo dizem, o Fome seria o “Chefe do Clube das empreiteiras”, acusado por Augusto Mendonça, da Toyo Setal, um concorrente da UTC que, após delatar o seu rival conquistou a liberdade. A UTC nem sequer participou das obras da polêmica Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Ou seja: o "chefe do clube" não entrou na maior obra da Petrobras nos últimos anos.

Concessionário do aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), duplicou o terminal que passou a ser considerado o melhor do País e sua empresa foi eleita em 2015, como a melhor em gestão de pessoas no ranking da engenharia brasileira pelo oitavo ano consecutivo, na categoria de 8 mil a 16 mil funcionários; e melhor em construção mecânica e elétrica do Brasil, pelo Valor Econômico.

Em seus depoimentos o empreiteiro confessou repasses de propina do esquema de corrupção que operou na Petrobras entre 2004 e 2014 para o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu (governo Lula) e para o PT, via ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto, por meio de "doações declaradas e não-declaradas".  Confira a íntegra de sua delação aqui:

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/veja-a-integra-das-delacoes-do-empresario-ricardo-pessoa/

Pode ser ainda que Pessoa ou simplesmente o Fome, resolva fazer uma nova e bombástica delação, não é? Tudo é possível para se livrar da cadeia. A Fábrica de X9 de Sérgio Moro promete ainda capítulos espetaculosos. Alguém duvida?

É uma verdadeira heresia as pessoas negarem que desconheciam os procedimentos de caixa 2 e de propina no Brasil. Não que isso seja uma prática teoricamente legal, mas era tão antiga, mas tão antiga que para desespero de muitos, precede os tais governos petistas. 

Como disse o Morte Emílio Odebrecht : “Há 30 anos que se faz isso e o que me surpreende é quando eu vejo todos esses poderes, a imprensa, tudo como se isso fosse uma surpresa. Me incomoda isso. Não exime em nada a nossa responsabilidade, a nossa benevolência, nada do que nós praticamos, mas passamos a olhar isso como normalidade, porque 30 anos é difícil as coisas não passarem a serem normais”.

Já Otávio Azevedo da Andrade Gutierrez, o Guerra nesse texto, declarou guerra a Presidenta Dilma prestando falso testemunho à justiça Eleitoral no dia 08 de novembro de 2016. A defesa de Dilma pediu a abertura de investigação, mas processo foi arquivado. Otávio mentiu ao TSE declarando que a campanha de Dilma teria recebido como propina, em 10 de julho de 2014, R$ 1 milhão. A defesa de Dilma demonstrou que o delator prestou falso testemunho, num esforço deliberado de prejudicar a ex-presidenta. Confira os documentos aqui:

http://dilma.com.br/otavio-azevedo-prestou-falso-testemunho-justica-eleitoral/

Em 17 de novembro de 2016, em novo depoimento, Guerra mudou a versão e disse ter se confundido. Na verdade a doação de R$ 1 milhão da Andrade Gutierrez à campanha de 2014, supostamente fruto de propina, chegou à chapa eleita por meio do PMDB, na conta de Michel Temer, então candidato a vice. Um tiro no pé da direita republicana, mentora e execultora do golpe que tirou Dilma do poder. Confira aqui:

http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/11/ex-presidente-da-andrade-gutierrez-muda-versao-e-nega-propina-em-2014.html

A última noticia que se tem é que o juiz Sergio Moro determinou a progressão de regime de Otávio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez , de domicilar para o semiaberto.Isso significa que ele poderá sair durante o dia, mas será obrigado a dormir em casa. “Azevedo vem cumprindo seu compromisso de prestar todos os esclarecimentos e seu dever legal de dizer a verdade. E sempre que necessário, voltará a colaborar plenamente com as investigações no interesse da Justiça”, diz o advogado Juliano Breda, defensor de Azevedo.

Conhecidos os quatro cavaleiros do apocalipse político brasileiro, resta-nos saber quantas moedas eles valem? Porque já sabemos quantas nossos políticos foram vendidos. E quais serão os desdobramentos para os integrantes dos partidos intocáveis como PSDB e PMDB (exceção de Eduardo Cunha), que foram citados em algumas dessas delações. E se o TSE e STF continuará blindando Aécio Neves e Michel Temer por terem foro privilegiado? Até quando vamos ser obrigados a conviver com a seletividade na Justiça brasileira. Com dois pesos e duas medidas?

Por aí assim... para petistas tudo pode: conduzir coercitivamente, prender, apresentar Power Point baseado em convicções e indícios, pode tudo mesmo rapidamente; inclusive incriminar pessoas sem o principal - as provas. Já para peemedebistas e tucanos, nada pode.,... nem ao menos divulgar a íntegra das delações a qual foram citados. Tudo tem que correr bem lentamente sob segredo (sigilo) de justiça.

Tá difícil Ministra Carmem Lúcia, acreditar numa justiça que pune uns em detrimento dos outros, que excede direitos fundamentais e estupra a Constituição Federal. O STF precisa mostrar a cara e começar a mensurar e punir os abusos que já estão virando jurisprudência no País. A lei tem que ser pra todos: Ricos, brancos e amigos do Rei não só para afrodescendentes (negros), pobres ,Lula, Dilma, seus amigos, correligionários e simpatizantes.

Querem passar o Brasil a limpo? Maravilha, que o façam!. Mas  acreditem, apagar a cor vermelha ( arraigada no sangue ) dos milhares trabalhadores brasileiros e minorias,  em detrimento a dos falsos-atletas da moralidade que se travestem de verde-amarela-azul e branco para mascarar os seus atos ( E vocês sabem de quem estamos falando...). É tão somente zombar não só da ideologia de pessoas honestas, mas também de sua inteligência e seus direitos fundamentais manifestação e expressão.

Disseram que tirando Dilma tudo melhoraria, blefaram, foram enganados pelo desejo de mudança, que veio... Chegou a galope e para piorar, conseguiu turbinar em 100 vezes a pouco mais de 1 ano, a pior recessão da história desde 1929.

Que Deus que dizem ser brasileiro, não nos abandone e se mude pros EUA de vez em busca de dias de melhores. Que ele nos proteja e nos guie, porque o apocalipse chegou com força total por essas bandas. O povo já está fazendo a sua parte, agora as autoridades precisam fazer a delas. #PorUmBrasilMelhor.        

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247