Os traidores da pátria

Os traidores da pátria merecem esse título pelo desprezo que nutrem pela coletividade. Jogaram na lata do lixo o conceito de nação. Transformaram o Brasil num território de compadrio, uma organização fechada em torno de interesses particulares. Geddel Vieira está solto por fazer parte dessa confraria. 

Os traidores da pátria merecem esse título pelo desprezo que nutrem pela coletividade. Jogaram na lata do lixo o conceito de nação. Transformaram o Brasil num território de compadrio, uma organização fechada em torno de interesses particulares. Geddel Vieira está solto por fazer parte dessa confraria. 
Os traidores da pátria merecem esse título pelo desprezo que nutrem pela coletividade. Jogaram na lata do lixo o conceito de nação. Transformaram o Brasil num território de compadrio, uma organização fechada em torno de interesses particulares. Geddel Vieira está solto por fazer parte dessa confraria.  (Foto: Celso Raeder)

Poderia encher esse texto com nomes de brasileiros que merecem o título de “traidores da pátria”, mas acho desnecessário diante de tanta exposição escandalosa dessas “personalidades” do mundo político, jurídico e empresarial, consorciadas para destruir a nação brasileira. A manipulação da opinião pública através de uma imprensa canalha, a venda do patrimônio público para grupos internacionais, as leis aprovadas que devastam territórios protegidos e dizimam nações indígenas, a supressão de direitos e proteção ao trabalhador, a escravidão que nos obriga a trabalhar metade de um ano de graça para pagar impostos ao governo, aqueles que tiram amigos e afilhados da cadeia, todos estariam numa masmorra se aqui fosse a França de Napoleão.

Os traidores da pátria merecem esse título pelo desprezo que nutrem pela coletividade. Jogaram na lata do lixo o conceito de nação. Transformaram o Brasil num território de compadrio, uma organização fechada em torno de interesses particulares. Geddel Vieira está solto por fazer parte dessa confraria. Imagine se esse dinheiro estivesse num apartamento em São Bernardo do Campo. Lula já estaria na cadeia, poupando o jornal O Globo da necessidade de produzir uma capa infame que botou o dinheiro do Geddel na porta da casa do ex-presidente.

A classe média precisa entender que não faz parte desse organização de lesa-pátria. Parem de bancar o idiota amedrontado pela fantasia de um comunismo que nunca tivemos. Nunca fomos tão capitalistas quanto no período governado pelo PT. Nunca foi tão fácil comprar um automóvel novo, viajar pelo Brasil de avião, mobiliar a casa recém-comprada pelo programa Minha Casa, Minha vida. Em que período experimentamos um mercado de trabalho de pleno emprego e tiramos o país do Mapa da Fome da ONU? O que o Brasil ganhou em troca depois da cassação ilegal da presidente Dilma?

Os traidores da pátria recebem salários em dia, recheados de penduricalhos que elevam seus proventos bem acima do teto estabelecido pela Constituição. Os traidores da pátria recebem milhões de reais em verbas públicas destinadas para publicidade em seus veículos de comunicação. Os traidores da pátria se organizam para se perpetuarem no poder, através de um sistema eleitoral que os beneficiem. E nós, aqui, brigando uns com os outros, feito bando de idiotas.

Que tal aproveitarmos a Semana da Pátria como marco da retomada do controle do nosso país? Fica o convite para as entidades representativas da sociedade, como a OAB, UNE, CNBB. ABI, centrais sindicais, entre outras organizações civis que precisam sair do imobilismo em que se encontram. O Brasil é uma pátria soberana, que não pode ser vendida a especuladores internacionais por esses traidores. Ou a gente faz alguma coisa agora, ou amanhã seremos um povo sem pátria.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ricardo Cappelli

Sobre a pesquisa Veja/FSB

"A pesquisa parece ter sido feita para levantar Huck. Testaram Lula no segundo turno, mas não testaram no primeiro. Desnecessário? Não. Outras pesquisas comprovam que a presença de Lula no primeiro...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247