Pandemia com heterônimos

Fernando Pessoa e seus heterônimos Bernardo de Campos, Alberto Caieiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos estão isolados durante a pandemia de Covid-19. Os cinco dividem a cozinha de uma quitinete em Lisboa

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fernando Pessoa e seus heterônimos Bernardo de Campos, Alberto Caieiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos estão isolados durante a pandemia de Covid-19. Os cinco dividem a cozinha de uma quitinete em Lisboa.

Pessoa (suspirando): Mais de nove meses, nunca mais vai acabar essa maldita peste! 

Álvaro: Chega, Fernando, já repetiste este bordão mais de mil vezes, nem pareces um poeta modernista, assemelha-te mais a um romântico choroso.

Bernardo (passando pano): Deixa o Fernando em paz, vai praticar a tua engenharia em versos.

Álvaro: Prefiro ser um técnico a um lambe-botas do dono da casa.

Bernardo: Lambe-botas, eu? Sou apenas admirador do estilo dele.

Pessoa: Acalmem-se, gajos, faz favor. Nesse momento, precisamos pensar na saúde do Alberto.(Alberto aparece deitado num colchão, delirando).

Álvaro: O que houve com o Caieiro?

Pessoa: Tuberculoso. De novo.

Caieiro (delirante): Quando vier a primavera, se eu já estiver morto, as flores florirão da mesma maneira...

Bernardo: Ó, céus: logo vai dar o peido-mestre!

Álvaro: E, claro...é do grupo de risco.

Bernardo (interrompendo e apontando para Ricardo Reis): E tu, Ricardo, não és médico?

Ricardo: Sou, mas só atendo os monarquistas como eu. Nunca prestaria serviços a este camponês que só fez a escola primária.

Álvaro: Vejam só como são as coisas: um decadente se dizendo avesso ao decadentismo.

Álvaro: Arre, estou farto de semideuses! Onde é que há gente no mundo? Nas ruas é que não estão, é claro. Olha lá fora, não se vê vivalma em Lisboa.

Ricardo: Pode ser, caro bardo. Mas ficarei aqui comendo minha sobremesa. Cada um com seus problemas...

Álvaro (irônico): Come chocolates, Ricardo; come chocolates! Olha que não há mais empatia no mundo senão chocolates!

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email