Paulo Serra, quantas caras você tem?

Alguns se venderam como novo, quando é sabido entre os mais atentos que não existe nada mais antigo que o retrocesso se vestir como novidade, o fascismo que o diga - corrente de pensamento que faz parte do mesmo espectro politico que o partido de Paulo Serra (direita)

Alguns se venderam como novo, quando é sabido entre os mais atentos que não existe nada mais antigo que o retrocesso se vestir como novidade, o fascismo que o diga - corrente de pensamento que faz parte do mesmo espectro politico que o partido de Paulo Serra (direita)
Alguns se venderam como novo, quando é sabido entre os mais atentos que não existe nada mais antigo que o retrocesso se vestir como novidade, o fascismo que o diga - corrente de pensamento que faz parte do mesmo espectro politico que o partido de Paulo Serra (direita) (Foto: Igor Santos)

E o segundo turno das eleições está acabando, o que não esgota é a capacidade de alguns políticos em vestir variadas máscaras e ocultarem aquilo que realmente são.

Se falou bastante de programas de governo, quer dizer não se falou.

Alguns candidatos, inclusive, sequer escreveram seu programa de governo, outros cuidaram apenas em copiar e colar propostas dos outros, num processo tão descuidado, capaz de deixar passar como propostas, politicas já implementadas, como fez Paulo Serra em seu programa de governo ao propor a criação do conselho municipal de juventude, conselho esse já existente desde 2007, como atesta a página da prefeitura municipal e a imagem 

Alguns se venderam como novo, quando é sabido entre os mais atentos que não existe nada mais antigo que o retrocesso se vestir como novidade, o fascismo que o diga - corrente de pensamento que faz parte do mesmo espectro politico que o partido de Paulo Serra (direita).

E por falar em fascismo, alguns candidatos tiveram que esconder certos apoios não é mesmo?

Paulo Serra por exemplo parece estar com vergonha de dizer aos eleitores cristãos, que comunga na maçonaria. Terá que esconder que um de seus apoiadores fez abertamente apologia ao infanticídio em seu perfil do Facebook.

E enquanto se dizem defensores do povo - não sei que povo se parece com Paulo Serra - no obscurantismo de suas almas tramam contra o bem estar da população, numa batalha cuja sede por poder politico e econômico é mais precioso que o bem estar e mobilidade da população. agora prestem atenção na historia que vou lhes contar:

Imaginem que as portas da eleição do primeiro turno, uma empresa de transporte coletivo que cobre 25% da frota municipal abre falência. Isso mesmo, agora imaginem que diante desse quadro, mais de 25% dos trabalhadores, estudantes e idosos ficariam sem se locomover, imaginou ai?

Então que você faria?

O Atual prefeito e candidato a reeleição Carlos Grana (13) para a Prefeitura de Santo André, abriu um contrato emergencial. Imaginem só a loucura, do dia para a noite: 25% dos ônibus não estariam nas ruas! Mas Paulo Serra fez o favor a população de protocolar um processo pedindo o cancelamento do contrato emergencial, sem sequer apontar uma solução para os usuários das linhas de ônibus.Temos aqui uma copia do processo aberto por Paulo Serra para impedir os onibus contratados em caráter emergencial a transportar os andreenses.

E o que penso é que das muitas mascaras que possa vestir, nenhuma consegue ocultar o papel de politico profissional, cuja a unica função é dilapidar o patrimônio e explorar os mais pobres, numa escalada onde projeto de poder e enriquecimento nunca percorrem um caminho muito diferente.

Para sanar qualquer duvida essa coluna permanece aberta ao debate, contudo deixaremos aqui um pequeno organograma onde o leitor pode tirar suas, duvidas, afinal se Paulo Serra arrecadou 500 mil reais e já gastou 1 milhão. De onde vem esse dinheiro, caro leitor?

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247