Pirocas, peitos e bundas

Chegamos ao ponto em que não está mais em jogo a esquerda ou a direita no poder, mas sim a democracia sendo desmoralizada

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Domingo, 16 de agosto de 2015, um dia como outro qualquer se não fosse a onda e manifestações mensais capitaneadas pelo PSDB, desde que perdeu as eleições presidenciais em outubro de 2014. Essa seria mais uma Copafestação como tantas outras, mas foi diferente em vários detalhes:

1- Primeira manifestação que Aécio Neves (manifestante celulálico) participou este ano.

2- Número de manifestantes em todo Brasil caiu muito em relação às anteriores, mas em São Paulo foi inacreditável.

3- Manifestantes mais afoitos mostraram bem mais do que suas indignações pessoais.

Se existem imagens que retratem o que foi essa manifestação, foi a de pirocas, peitos e bundas pedindo mais do que uma simples intervenção militar dos cartazes e faixas fascistas. O golpismo genital dos pelados evidencia a balbúrdia e infantilidade democrática que se tornou um ato que deveria ser de seriedade e responsabilidade de quem está descontente com a situação do País. Esse não é o jogo da democracia falado ao vivo por Faustão, em rede nacional, na TV Globo, durante o seu programa dominical.

"Devemos tirar os ratos da Política", disse um Fausto Silva comprometido com o golpismo. Na verdade ratos são os que roubam o dinheiro dos outros, mas também são os que roubam reputações e fazem julgamentos sem direito à defesa. Os estupros à Constituição dar-se-ão quando um bandido delator cita o nome de quem quer que seja em audiência com o juiz Sérgio Moro em Curitiba e a Polícia Federal (à luz dos direitos humanos, OAB, CNJ, MP e Tribunais Superiores) são encarcerados e condenados sem o direito constitucional ao contraditório. Ou seja, são condenados simplesmente pela acreditação de bandidos confessos.

A presidenta Dilma precisa chamar as responsabilidades da crise brasileira para si. Deve chamar sua equipe, refazer sua base aliada, negociar com empresários e demais setores da economia e movimentos sociais, numa convocação nacional, para a reestruturação e resolução dos principais problemas brasileiros.

Precisa chamar o Congresso Nacional, a imprensa e setores das demais mídias para uma discussão em conjunto. Afinal, criticar é muito fácil, quero ver os mesmos que apontam os erros apresentarem soluções imediatas para a crise.

O Congresso Nacional precisa avaliar o trabalho dos presidentes da Câmara, Eduardo Cunha, e do Senado, Renan Calheiros, para poderem colocar em pauta PLs e PECs importantes em votações e ajudarem a presidenta Dilma a combater a corrupção no País.

A crise brasileira foi anunciada um ano antes das eleições de 2014 e amplamente abastecida durante esse tempo todo. Mas chegamos ao ponto em que não está mais em jogo a esquerda ou a direita no poder, mas sim a democracia sendo desmoralizada ante a uma vontade imbecil do retorno da ditadura militar. Nunca ví isso na minha vida, todo mundo quer avançar, evoluir, progredir. Mas para alguns midiotas, a retomada do poder pelos militares iria salvar o Brasil. Uma idiotice elevada a centésima potência.

Os que pedem a intervenção militar, na maioria deles, nem estavam nos culhões de seus pais, ou seus pais também não viveram nesse País na época dos Atos institucionais. Uma prova cabal de que se tivessem vivido nessa época, as pirocas, peitos e bundas protestantes de hoje, jamais ganhariam as lentes das câmeras Fotográficas e filmadoras. E estariam, moles, duros ou escondidos, dentro das vestimentas de acordo com seus poderes aquisitivos. Uns estariam com ceroulas e outros na calha mesmo. Abaixo aos que se utilizaram do nu, para fazer chacota da cara do povo brasileiro. E Viva todos aqueles que de fato, saíram as ruas, para protestar de forma inteligente, honesta e pacífica. Viva a democracia brasileira, respeitada e valorizada pelo PT e pela presidenta Dilma.

PS: Nada contra o naturismo, muito pelo contrário. Se eu pudesse, andava nu como vim ao mundo. Mas pelo moralismo e leis vigentes, só me permito fazer isso em minha casa. Talvez um dia, tenha a coragem de conhecer um lugar naturista e me tornar um. Se você quiser protestar pelado, faça isso de forma séria e responsável. Dessa forma, a atenção será maior ao ato em si, do que no próprio órgão genital, que não significa nada mais do que Pirocas, peitos e bundas, que todo mundo tem.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email