Por que Bolsonaro não vence e não deve ir para o segundo turno

Ele terá poucos palanques estaduais, pouquíssimo tempo de TV (13 segundos), tem uma rejeição maior que sua possibilidade de votos (segundo pesquisa CNT/MDA)...

Brasília - Deputado Jair Bolsonaro discursa durante sessão para eleição do presidente da Câmara dos Deputados e demais membros da mesa diretora (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - Deputado Jair Bolsonaro discursa durante sessão para eleição do presidente da Câmara dos Deputados e demais membros da mesa diretora (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: William De Lucca)

Ampliando a análise sobre por que Bolsonaro não vence e possivelmente não irá para o segundo turno:

1) Ele terá poucos palanques estaduais, porque a radicalização de suas pautas não o permitirá subir em muitos palanques. O ônus de apoiá-lo é maior que o bônus.

2) Bolsonaro terá pouquíssimo tempo de TV (13 segundos) e os analistas políticos são unânimes em afirmar que este ainda é importante para a decisão do voto. Além disso, ele já tem deixado de participar de debates e entrevistas com os presidenciáveis, o que pode ser uma tendência.

3) Segundo as pesquisas, Bolsonaro tem uma rejeição maior que sua possibilidade de votos. A CNT/MDA divulgada hoje mostra que ele tem 52,8% de 'não votaria de jeito nenhum' e 9,2% de 'não conhece o candidato', podendo ampliar ainda mais este número.

4) Todos os pontos anteriores nos levam a acreditar que isso colocará Bolsonaro em uma situação muito delicada no que tange a captação de recursos para campanha. Sem dinheiro, é sabido que a eleição torna-se virtualmente impossível. E é nessa situação que ele se encontra.

5) Ainda que um 'outsider' seja esperado nesta campanha, o nome de Bolsonaro, ainda que novo na disputa, é antigo na política, e ele entra no processo da crise de representatividade que assola a maioria dos partidos.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247