Por que Lula, preso, cresce cada vez mais diante de rivais soltos com atitudes de prisioneiros?

O anúncio desmentido de que Jair Bolsonaro indicará Sérgio Moro para o STF no próximo ano deixou o ex-juiz a nú, como um personagem de laboratório internacional ferindo princípios em favor do Brasil. Pelo andar da carruagem, Sérgio Moro, debilitado, está com dias contados, enquanto Lula resiste e só faz crescer

A história não perdoa e se impõe com as verdades passadas a limpo no decorrer dos tempos deixando o discurso vergonhoso e desumano para trás, mesmo que tente resistir, ao tempo que repõe na conjuntura o significado dos podres poderes forjados para impedir a igualdade possível entre brasileiros em nome de uma vindita ideológica sem pé nem cabeça: o mundo precisa reduzir as desigualdades para sustar tantas invasões.

Esta ampla síntese precisa ser enquadrada na realidade vivida hoje pelo ex-presidente Lula, cada vez mais consolidado para o mundo como preso politico, ao passo que o presidente extremado rui gradativamente com sua incapacidade derrubando com ele o personagem enigmático e estratégico na conduta retrógrada de nome Sérgio Moro, atual ministro da Justiça.

O PAPEL VERGONHOSO

O anúncio desmentido de que Jair Bolsonaro indicará Sérgio Moro para o STF no próximo ano desmascarou a antiga Grande Trama do Capital internacional, mais o Nacional, com apoio da Justiça e do Legislativo orquestrados pela Mídia, deixando o ex-juiz a nú, como um personagem de laboratório internacional ferindo princípios em favor do Brasil.

Forjou em combinação com setores do MPF - leia-se Dallagnol estruturando o desvio de R$ 2,5 bilhões em conluio com americanos desumanos, a mais sórdida armação que a cada dia desmorona e desqualifica a Justiça como um todo porque um juiz não pode falsear nem mentir. Um power-point não se constitui em prova seja onde for.

Até hoje, um ano depois da prisão de Lula, ele não apresentou um único documento convincente a provar a culpabilidade de Lula, enquanto ele desce a ladeira ética como um ministro parcial e com sinais de incompetência sem apresentar propostas para resolver a violência no país, por exemplo.

É, do jeito que vai, anotem, tende a ser desmoralizado publicamente porque agiu em conluio para tirar o ex-presidente da disputa presidencial sem argumentos reais convincentes agindo contra os interesses de setores da sociedade - em favor da elite malvada, de evangélicos desvirtuados para atacar a democracia e favorecer Milicianos.

A reportagem da BBC de Londres intermediada com a entrevista concedida a Kennedy Alencar prova isso.

Pelo andar da carruagem, Sérgio Moro, debilitado, está com dias contados, enquanto Lula resiste e só faz crescer.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247