Por ser contra a vida, Bolsonaro ataca vacinação infantil contra a Covid

Mesmo sendo um ato criminoso, esse de desencorajar a vacina, ele segue empenhado em contradizer a ciência e colocar vidas humanas em risco de morte

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino | REUTERS/Yves Herman)


E quem imaginou que o ano novo seria diferente, com certeza já viu que se enganou. Continuamos do mesmo jeito, com um inconsequente a frente da presidência da República, enquanto o povo padece e passa por tantas vicissitudes em decorrência do negacionismo impregnado no Palácio do Planalto.  

Mas continuamos otimistas e com euforia estamos vendo os estados brasileiros começarem a vacinar nossas crianças. Uma luz tênue se acende no final do túnel, pois sabemos que essa atitude, mesmo que tardia, não só combaterá o adoecimento e morte nessa faixa etária, mas também servirá para conter a circulação do coronavírus e o surgimento de variantes. 

E esse tem sido o tema preferido dos ataques do presidente Bolsonaro nesse comecinho de 2022. Além de ser contra, ele não se absteve de envolver o nome da própria filha de 11 anos, garantindo que ela não será vacinada. Também levantou suspeitas quanto ao interesse da Anvisa e às intenções dos que estariam empenhados em garantir a vacina, a quem ele chamou de “tarados”.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mesmo sendo um ato criminoso, esse de desencorajar a vacina, ele segue empenhado em contradizer a ciência e colocar vidas humanas em risco de morte.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Essa prévia já nos prepara para o que será o Brasil desse novo ano. Uma nau desgovernada, onde o comandante, no caso um ex-capitão, puxa para um lado e sua tripulação desesperada tenta rumar para o extremo oposto. Enquanto que, nas ruas, a população se agarra ao que pode. Sejam informações ou fake news, a crença dependerá de quais chegarão primeiro ao interlocutor.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E assim, faltam 346 dias para 2022 acabar e acho que não sou somente eu que está contando. Já imagino 2023 começando com a posse de Lula como presidente de nossa nação e minha criatividade me leva a ver Bolsonaro esperneando para não ser obrigado a passar a faixa presidencial. Ele chega a passar mal, ser internado às pressas ou até forjar uma nova facada para não ter que ser submetido a isso.   

Mas não importa, pois o Brasil está fadado a dar certo e os obstáculos que tivemos pelo caminho serão removidos através do voto e, assim, teremos um feliz ano novo de verdade, cheio de esperanças e perspectiva de dias melhores.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email