Possibilidade de acordo entre governo e Cunha nunca existiu

O boato teria sido lançado por correligionários do presidente da Câmara e jornalistas ligados à oposição com a intenção evidente de igualar Dilma e Cunha

Bras�lia - Entrevista com o presidente da C�mara dos Deputados Eduardo Cunha, que fala sobre o Impeachment da presidenta Dilma (Antonio Cruz/Ag�ncia Brasil)
Bras�lia - Entrevista com o presidente da C�mara dos Deputados Eduardo Cunha, que fala sobre o Impeachment da presidenta Dilma (Antonio Cruz/Ag�ncia Brasil) (Foto: Renato Rovai)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Nunca existiu intenção do governo em fazer acordo de salvação com Cunha.

Desde ontem diversos veículos da mídia tradicional vêm sugerindo que o governo Dilma teria procurado o presidente da Câmara para costurar um acordo de proteção mútua. Ele se salvaria da presidência da Câmara com o apoio do PT e, em troca, não permitiria a tramitação do impeachment da presidenta

O blog apurou com diversas fontes do governo e nenhum interlocutor que poderia tratar desse assunto com autoridade sugeriu qualquer coisa nesse sentido ao peemedebista.

O boato teria sido lançado por correligionários do presidente da Câmara e jornalistas ligados à oposição com a intenção evidente de igualar Dilma e Cunha. O governo tem absoluta clareza de que seria impossível convencer, com as provas que surgirão, deputados do PT a apoiar este exdrúxulo acordo.

Mas o estrago que o boato buscava, de alguma maneira foi feito. Por isso, o presidente do PT, Rui Falcão, saiu a público hoje para dizer o que era óbvio: nem os petistas nem ninguém têm condições de segurar o processo contra Cunha se as provas contundentes que estão sendo aventadas de fato existirem.

Cunha está vivendo seus últimos dias como presidente da Câmara, mas vai espernear até o último minuto. Ouça abaixo o comentário do blogue que circulará nas rádios.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email