Propaganda travestida de reportagem

Assisti ontem à noite a um espetáculo deprimente transmitido pela Rede Globo de televisão. Foram cerca de 15 minutos de uma propaganda travestida de reportagem tentando convencer a opinião pública brasileira de que a Previdência não tem mais como pagar os aposentados e que, portanto, há que se fazer a reforma previdenciária alongando o período de trabalho dos idosos

Assisti ontem à noite a um espetáculo deprimente transmitido pela Rede Globo de televisão. Foram cerca de 15 minutos de uma propaganda travestida de reportagem tentando convencer a opinião pública brasileira de que a Previdência não tem mais como pagar os aposentados e que, portanto, há que se fazer a reforma previdenciária alongando o período de trabalho dos idosos
Assisti ontem à noite a um espetáculo deprimente transmitido pela Rede Globo de televisão. Foram cerca de 15 minutos de uma propaganda travestida de reportagem tentando convencer a opinião pública brasileira de que a Previdência não tem mais como pagar os aposentados e que, portanto, há que se fazer a reforma previdenciária alongando o período de trabalho dos idosos (Foto: Chico Vigilante)

O Brasil tem milhares de jovens, não precisa obrigar seus velhos a morrer trabalhando.

Assisti ontem à noite a um espetáculo deprimente transmitido pela Rede Globo de televisão.

Foram cerca de 15 minutos de uma propaganda travestida de reportagem - porque na verdade aquilo não é notícia – tentando convencer a opinião pública brasileira de que a Previdência não tem mais como pagar os aposentados e que, portanto, há que se fazer a reforma previdenciária alongando o período de trabalho dos idosos.

Subliminarmente passam a mensagem de que é saudável trabalhar depois dos 75 anos e dão o exemplo do Japão.

Na verdade no Japão falta muito mão de obra jovem por isso os idosos se dispõem a trabalhar. No Brasil temos mão de obra jovem abundante e ociosa.

Enquanto este governo sugere explorar a mão de obra de pessoas até os 75 anos, nós temos milhões de jovens esperando uma vaga no primeiro emprego.

E com a crise econômica atual cada vez mais jovens sofrendo dificuldades em se manter no mercado de trabalho.

A situação da sociedade brasileira, econômica, de longevidade e cultural é totalmente diferente da japonesa.

Portanto, é uma coisa gravíssima se utilizar a tevê para fazer marketing das ideias do governo na tentativa de faze-la passar como uma ou outra matéria jornalística qualquer.

É importante que a população saiba ler nas entrelinhas e perceba o jogo da grande mídia em geral para convencê-la de que o mal proposto contra ela é um bem e já acontece em países ricos do primeiro mundo.

A tentativa de convencer a opinião publica de que a reforma da previdência deve ser feita neste sentido, como se não houvesse maneira de empregar os jovens brasileiros, é um negócio realmente absurdo e que merece o nosso mais veemente protesto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247