Queiroga tenta, mas não consegue se descolar da cloroquina

"Como médico ele sabe que o kit covid não cura o coronavírus, mas, como ministro, sabe que não pode contrariar Bolsonaro", escreve o jornalista Alex Solnik sobre o novo depoimento do ministro da Saúde à CPI da Covid

www.brasil247.com - Ministro Marcelo Queiroga presta novo depoimento à CPI da Covid
Ministro Marcelo Queiroga presta novo depoimento à CPI da Covid (Foto: Jefferson Rudy)


Por Alex Solnik 

O ministro Marcelo Queiroga está mostrando, nessa sua segunda oitiva na CPI da Covid ser um homem de duas caras.

O seu discurso é um e a sua prática é outra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No discurso, ele define a cloroquina e outras charlatanices do kit covid como “medicamentos sem eficácia comprovada contra a covid”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas, na prática, não retira nem vai retirar do site do ministério a nota técnica que recomenda o uso desse kit, nem impede que entre 10 mil e 14 mil médicos continuem rodando o país e distribuindo esses medicamentos, nem demite a dra. Mayra, a capitã cloroquina, que continua defendendo o tratamento publicamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele parece estar tentando se equilibrar entre a sua convicção – de que a cloroquina não se presta para isso – e a obsessão de Bolsonaro – que continua sendo a cloroquina. Agora ao lado da vacina.

Como médico ele sabe que o kit covid não cura o coronavírus, mas, como ministro, sabe que não pode contrariar Bolsonaro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também ficou claro para mim que havia uma grande divergência entre ele e a dra. Luana Araújo.

Ela sequer admite discutir o assunto cloroquina, enquanto ele repetiu várias vezes na oitiva de hoje não ser contrário a esse debate e deu a entender que esperava que a dra. Luana deu ouvidos aos defensores do tratamento precoce.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email