Quem é o mito da caverna nacional?

No Brasil temos outro mito; que ao contrário do Mito de Platão, possui sim características independentes, que se assemelham a uma figura que está mui longe dos grilhões, ela é excelsa; assustadora e mora na “Caverna do Dragão”; neste caso o Homem já fugiu para o mundo iluminado, porém quer retornar ao conforto do seu lar só que agora ela já possui um chefe maligno

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

E fácil entender a alegoria de um mito? Os mitos habitam o imaginário humano há milênios. 

A mitologia, sobretudo a grega, se mantém ainda de pé: e enigmática, no que concerne a investigação sobre a origem da vida (com a criação de divindades) que justifique a gênese humana.

Glauco, personagem de Platão, dialogando com o filósofo Sócrates ouve a alegoria política dos escravos nascidos na caverna com as sombras do mundo liberto que os regem. O poder de estes acorrentados cativos se limitava ao vislumbre das sombras projetadas atrás de uma fogueira.

Tudo que o filósofo Platão desejou em sua obra “A República”, além de valorizar os filósofos e sua sapiência, era de divulgar a política como um elemento baseado na monarquia intelectual.

Todo o movimento entre a conformação de um povo, e a libertação de um povo está na luz solar da sabedoria, e na busca incessante do saber racional que retira o ser humano de um estado gestacional de sentidos. E é sob a forma mitológica que o discípulo de Sócrates dialoga com o personagem que ele criou inspirado em seu irmão (de fato) no diálogo platônico que contém dez livros.

Bem e Justiça são elementos primordiais para que se instale uma REPÚBLICA, na verdade “O castigo dos bons que não fazem política é serem governados pelos maus”. Platão – e isto é um fato vertiginoso, que nos acorrenta e mediocriza até os dias brasileiros.

No Brasil temos outro MITO; que ao contrário do Mito de Platão, possui sim características independentes, que se assemelham a uma figura que está mui longe dos grilhões, ela é excelsa; assustadora e mora na “CAVERNA DO DRAGÃO”; neste caso o Homem já fugiu para o mundo iluminado, porém quer retornar ao conforto do seu lar (vez em quando, afinal ele vive na “Coisa pública”) só que agora ela já possui um chefe maligno. E o que fazer? Talvez um mago, um herói, ou um ministro possa entender e vencer tal mito; mesmo que através do brado: “Pelos poderes de Grayskull” ou “Pelos poderes do PT”. 

#LEIABRAZILEVIREBRASIL

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email