Realidade do Nordeste à lá Celso Furtado impede voto dos Nordestinos contra Dilma

Se prevalecer o comparativo real entre as fases Lula/Dilma com a anterior representada por FHC, a maioria dos Senadores do Nordeste certamente terá a compreensão e discernimento de votar contra o Impeachment, não só pela fragilidade de sua argumentação/prova, mas porque os 9 estados e seus representantes não podem (devem) agir contra si mesmo

Brasília- DF 17-03-2016 Presidenta Dilma durante posse do ministro Lula e outros ministros.Foto Lula Marques/Agência PT
Brasília- DF 17-03-2016 Presidenta Dilma durante posse do ministro Lula e outros ministros.Foto Lula Marques/Agência PT (Foto: Walter Santos)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Desde quando a modernidade se instalou como premissa e realidade brasileira, certamente que para compreensão do ritmo econômico e seus efeitos sociais no Brasil foi preciso ler e entender os diagnósticos avançados do Pensador Celso Furtado pontuando as condições básicas para o Pais sair da letargia e do sub-desenvolvimento interpretados pela importância da descentralização dos investimentos.

Celso Furtado conseguiu expressar a maior das verdades de futuro nacional revelando que, sem a aplicação de Politicas Públicas voltadas para a redução das desigualdades regionais – logo tirando a concentração dos investimentos do Sul e Sudeste como prioridade -, certamente o Brasil não alcançaria nem alcançará uma justiça social plena.

Estes conceitos tão presentes na atualidade servem como referência conceitual e de verdade para expor que, com base nos indices sócio – econômicos, nenhum dos Estados do Nordeste poderia e/ou deveria votar pelo afastamento da presidenta Dilma Rousseff porque ela representa a mais forte ação politica de Governo retomando indicadores de crescimento cidadão nunca visto desde sempre.

INSERÇÃO DO NORDESTE NA CENA NACIONAL

Fazia tempo, até a chegada de Lula/Dilma, o Nordeste não experimentava uma onda de investimentos tão expressiva quanto se registrou dos anos 2003 até 2014 porque, enfim, o Governo Federal resolvera descentralizar os grandes investimentos estraégicos – Portos, aeroportos, siderurgia, refinarias, fabricas, muitas universidades federais, escolas técnicas, etc – como se deu até esse tempo lá atrás mudando completamento o panoramento social.

E aqui não inserimos os programas sociais, a exemplo do Bolsa Familia, transformando meros repasses de R$ 78,00 em aquecimento de mercado interno e fim da pobreza absoluta para milhões de pessoas.

Estes foram alguns dos fatores e base de um novo clima econômico no Nordeste, além dos três maiores estados – Bahia, Pernambuco e Ceará -, soprando perspectivas tantas que fizeram o Nordeste crescer acima da média nacional.

Para se ter uma idéia destes investimentos, na fase de FHC, ao invés de reforço aos investimentos ele mandou fechar a SUDENE.

Enquanto isso, Lula/Dilma construiram a maior obra hidricos do pais, a Transposição do Rio São Francisco, antigo desejo Nordestino transformado em realidade que nunca saiu do papel do governo FHC.

REALIDADE E POLITICA

Se prevalecer o comparativo real entre as fases Lula/Dilma com a anterior representada por FHC, a maioria dos Senadores do Nordeste certamente terá a compreensão e discernimento de votar contra o Impeachment, não só pela fragilidade de sua argumentação/prova, mas porque os 9 estados e seus representantes não podem (devem) agir contra si mesmo, porque do contrário é colocar fatores particulares e partidários menores contra o volume de um processo de desenvolvimento a merecer continuar através da presidenta Dilma Rousseff, reconhecidamente honesta e capaz de retomar a nova fase de crescimento do País.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email