Resposta a um amigo que culpa o PT pelo fracasso do Brasil

A Petrobras transformou-se em vítima de seu sucesso, estando agora exposta a ataques interno e externos em função dos interesses estrangeiros

Tanques da estatal Petrobras em refinaria 03/02/2018 REUTERS/Paulo Whitaker
Tanques da estatal Petrobras em refinaria 03/02/2018 REUTERS/Paulo Whitaker (Foto: Mauricio Gouveia)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Caro amigo escrevo algumas linhas para expressar meu ponto de vista. A motivação da escrita é fundamentar esse pensamento para que não se fale em casuísmos ou apropriação de discursos vazios.

1 - Fique claro: não defendo e não sou favorável à corrupção seja lá de onde venha, menos ainda sou favorável a tortura ou assassinato;

2 - Nunca falei que não existiu corrupção no Partido dos Trabalhadores, esse partido é composto por seres humanos que erram, assim como erram pessoas de outros partidos, erram Juízes de Direito, erram pessoas do MP, erram Policiais e nós simples mortais também erramos, sem exceção todos deveriam ser investigados, processados dentro do estado de direito e punidos conforme sua participação nos delitos;

3 - As instituições Ministério Público, Polícia Militar, Exercito Brasileiro, PT, PSDB, DEM, PSOL, MDB, STF e outras não cometem crime, o crime só pode ser cometido por pessoas (ver item 2);

4 - Os dois artigos acima são da imprensa e não podem ser considerados uma verdade absoluta. Lembra do caso da Escola de Base na Aclimação 1992 onde a imprensa acusou e o povo foi destruir a escola e depois as investigações descobriram que era tudo uma farsa?

5 - Considerando que uma parcela seja verdadeira (até porque acho que corrupção existe mesmo) Acusam só o PT na mídia com propósitos eleitorais, mas quando se lê a matéria descobrimos que existem pessoas de vários partidos, o MP já denunciou pessoas da maioria dos partidos e pessoas de vários partidos já foram condenadas, o próprio temer que usurpou a presidência da república é acusado de estar envolvido em vários casos de corrupção inclusive na Petrobras e Porto de Santos, um Coronel do Exercito é acusado de ser o operador do esquema de temer.

6 - No Brasil existem várias batalhas sendo travadas ao mesmo tempo e as pessoas acabam por não entender onde estão nessas lutas, quem é o real inimigo, quem é vítima, quem é o vilão; tudo isso hoje está misturado. Mas quando olhamos com um pouco mais de atenção, inclusive em matérias de fora do Brasil, vemos que o maior problema nosso é o mesmo desde a gênese de nossa sociedade, a meu ver o sistema patriarcal e ditatorial que manteve a escravidão, deu um golpe em 1889 na primeira república, criou a política do café com leite, deu golpe em 1930; Vargas fez a revolução de 1932, o próprio presidente Vargas deu outro golpe em 1937 e logo em seguida foi deposto, retornou Vargas ao poder e sob pressão se matou, sofreu impeachment em 1954/55 Carlos Luz, ganhou eleições JK mas só assumiu o poder através de um estado de sítio, renunciou em 1961 Jânio, outro Golpe Militar 1964 o mais duradouro e sangrento já visto no Brasil, "adoece" e morre antes de sua posse em 1985 Tancredo Neves, outro impeachment 1992 Fernando Collor, outro impeachment em agosto de 2016 Dilma Rousseff por realocação de recursos do orçamento, realocação de recursos do orçamento é autorizada por lei aprovada no congresso outubro de 2016, e por ai vai.

Vemos que o poder no Brasil sempre passou pela mão violenta da classe dominante e na maioria das vezes essa classe dominante não se curvou à democracia, apenas suportou por pequenos períodos até nova consolidação.

O pobre nunca teve vez e quando teve foi obrigado a aliar-se com forças conservadoras para se manter, foi uma tentativa de conciliação que agora percebemos não deu certo, mesmo assim o Lula foi de longe, o melhor presidente que qualquer um dos seus antecessores, os seus feitos já estão nos livros de história não só do Brasil, mas em todo o mundo.

7 – Agora que pontuamos algumas coisas históricas importantes podemos avançar no assunto Petrobras, essa empresa estatal foi criada e 1953, no governo de Getúlio Vargas, (aquele que cometeu suicídio devido pressões das oligarquias que hoje chamamos empresários) para desenvolver a produção e prospecção de petróleo em território nacional.

A Petrobras fez mais que isso e com o monopólio do petróleo cresceu muito ajudando o Brasil em seu desenvolvimento e industrialização, no Governo Fernando Henrique Cardoso em 1995 a empresa sofre uma quebra de monopólio e por várias pressões de setores da sociedade ela se mantém sem ser privatizada, mesmo que descapitalizada, a mudança para melhor veio no governo Lula onde Petroleira é valorizada e começa a investir em pesquisa mesmo sem o monopólio, são descobertas novas reservas de petróleo e entre elas o Pré-Sal a maior reserva do país e uma das maiores do mundo, o Governo muda a legislação de exploração com o marco regulatório do Pré-Sal 2010, a política de preços dos combustíveis no governo Lula for tentar manter a média inflacionária com ajustes periódicos em relação ao dólar, isso provocou redução de lucro à empresa e controle inflacionário ao país. Nesse período o Brasil e os países do bloco econômico BRICS cresceram muito e o Brasil se afasta do comércio exclusivo com os EUA começando a negociar com países da África, Ásia e Europa onde nossos produtos nunca antes havia chegado, a Petrobras acompanha esse movimento e começa a explorar petróleo onde nunca antes se pensou, a empresa agora é uma gigante do mundo.

Com o Golpe de 2016, temer (minúsculo e usurpador) colocou o Sr. Pedro Parente do PSDB para comandar o desmonte da empresa e sob ordem dos EUA entregar a exploração do Pré-sal para as petroleiras internacionais, mesmo assim a Petrobras é cobiçada e houve grande aumento de investidores estrangeiros, a política de preços interna do Brasil é modificada para atender os interesses desses investidores.

8 – A política de preços foi aplicada com êxito pela diretoria da empresa e a variação de preço começa a ocorrer quase que diariamente, sem grandes alardes da imprensa, aos poucos o gás natural para veículo já não apresenta vantagens ao consumidor, o álcool (agora chamado de etanol) tem o preço equilibrado em aproximadamente 70% da gasolina, assim o carro bicombustível (flex) já não faz tanta diferença, o preços sofrem variações que nas bombas são sempre positivas essa gana provoca um desequilíbrio financeiro aos transportadores que com a os índices de inflação maquiados não conseguem repassar os custos, por fim temos o caos implantado em nosso país.

CONCLUSÃO:

Como podemos notar: historicamente o Brasil não é democrático, as elites do Brasil nunca tiveram um pensamento de formação de nação ou desenvolvimento econômico uniforme, mesmo os militares brasileiros quando no poder não tiveram uma postura de unir o povo ao estado de forma igualitária, pelo contrário fizeram o povo servil ao estado e o estado a mãe dos poderosos, criaram sistemas de auto proteção dos militares e judiciário transformando em casta de servidores intocáveis.

A Petrobras transformou-se em vítima de seu sucesso, estando agora exposta a ataques interno e externos em função dos interesses estrangeiros.

Acredito que o Brasil vai precisar quebrar todos esses paradigmas de nossa sociedade para poder encontrar o caminho, este caminho não será fácil, teremos que entender que não foi por R$0,20 e agora não é pelo diesel, nosso problema é muito maior que isso.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247