Rui Costa queimou a largada: eleitor petista quer Lula em 2022

Ignorar a bandeira "Lula Livre" significa chancelar a maior violência judicial da história do Brasil, fartamente demonstrada pela Vaza Jato, que gerou as condições para uma eleição presidencial fraudulenta em 2018 e para a ascensão do neofascismo representado por Jair Bolsonaro, diz o jornalista Leonardo Attuch, editor do 247

Lula e a memória do povo
Lula e a memória do povo (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O governador Rui Costa conseguiu se eleger e reeleger na Bahia com relativa facilidade, é bem avaliado pela maioria dos baianos, mas cometeu no mínimo uma imprudência ao se lançar candidato a presidente, numa entrevista publicada em Veja neste fim de semana.

Rui errou no tempo Iainda falta muito para 2022), no espaço (Veja é co-responsável pela prisão ilegal de Lula) e no discurso, quando afirmou que a bandeira "Lula Livre" não deve ser pré-condição para formar alianças e quando afirmou que Ciro Gomes teria sido melhor candidato do que Fernando Haddad, em 2018.

Ignorar a bandeira "Lula Livre" significa chancelar a maior violência judicial da história do Brasil, fartamente demonstrada pela Vaza Jato, que gerou as condições para uma eleição presidencial fraudulenta em 2018 e para a ascensão do neofascismo representado por Jair Bolsonaro. Dizer que Ciro teria ganho é o mesmo  que prever um passado hipotético – ou seja, é impossível do ponto de vista lógico.

O mais grave, no entanto, é enfraquecer o discurso pela liberdade do ex-presidente Lula, no momento em que as condições para isso são cada vez mais fortes, não só no Brasil, como no mundo. O político mais popular dos Estados Unidos, Bernie Sanders, é "Lula Livre". O político mais popular da Inglaterra, Jeremy Corbyn, idem, assim como o primeiro-ministro espanhol Pedro Sanchéz. E se a condenação de Lula vier a ser anulada, a consequência óbvia será a devolução dos seus direitos políticos.

Com a cidadania restituída, Lula chegará a 2022 com 76 anos. Velho demais para ser presidente? Bernie Sanders disputa a presidência dos Estados Unidos, com ideias extremamente modernas, aos 78. E o fato é que os eleitores do PT ainda o veem como o nome mais preparado para disputar a presidência, como demonstra esta pequena enquete que realizei no twitter, em que Lula teve 64% dos votos, Fernando Haddad ficou com 26% e Rui Costa registrou apenas 3%.

O fato é que Rui Costa queimou a largada. E pode também ter se queimado com eleitores do seu próprio partido.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email