São Paulo não serve mais como exemplo para o Brasil

Imagine se você morasse no exterior e ficasse sabendo que na maior e mais rica cidade do Brasil são chacinadas 18 pessoas num único evento coordenado, numa única noite. Já pensaram sobre a GRAVIDADE deste episódio?

Imagine se você morasse no exterior e ficasse sabendo que na maior e mais rica cidade do Brasil são chacinadas 18 pessoas num único evento coordenado, numa única noite. Já pensaram sobre a GRAVIDADE deste episódio?
Imagine se você morasse no exterior e ficasse sabendo que na maior e mais rica cidade do Brasil são chacinadas 18 pessoas num único evento coordenado, numa única noite. Já pensaram sobre a GRAVIDADE deste episódio? (Foto: Lula Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ficou evidente a todos que é no Estado de São Paulo, mais precisamente na cidade de SP, que se dá o maior apoio ao impeachment e à renúncia da presidente Dilma. Não é correto?

Porém, SP já não tem moral para servir de exemplo ao resto do país. SP abriga hoje, silente, sem protestos, um governo INCOMPETENTE de DIREITA que, sem o menor pudor ou constrangimento, executa os pobres e os filhos destes nos bairros periféricos, às dezenas, na calada da noite.

Imagine se você morasse no exterior e ficasse sabendo que na maior e mais rica cidade do Brasil são chacinadas 18 pessoas num único evento coordenado, numa única noite. Já pensaram sobre a GRAVIDADE deste episódio?

Mas, para além do vexame e da hipocrisia, INFELIZMENTE, isto é uma política de Estado.

No estado de SP, o governante não consegue sequer prover água, um recurso básico, para os seus cidadãos e para a economia local.Muito menos segurança. Não à toa empresas e empresários já migram de SP para cidades do nordeste. Inverteu-se o fluxo migratório, de negócios e pessoas. SP está ficando para trás.

Com relação à violência cometida pelo Estado, vejam os números abaixo extraídos de matéria publicada na Folha em sua edição do dia 17.08 último:

"As estatísticas de mortos por policiais em serviço se referem ao primeiro semestre de Alexandre de Moraes à frente da Secretaria da Segurança da gestão Alckmin (PSDB).

As 358 mortes praticadas por policiais do Estado em serviço no período são 128% superiores às 157 registradas nos primeiros seis meses de 2013 quando Fernando Grella Vieira assumiu a pasta."

São ações e números dessa natureza e magnitude que se pretende para o resto do Brasil?

Em tempo: o Datafolha revelou que cerca de 65% dos aproximadamente 135 mil manifestantes que passaram pela avenida Paulista neste último domingo são de alta renda, com rendimentos entre R$4.000,00 a mais de R$15.000,00. Ou seja: a chamada "elite branca" acorreu novamente à Paulista para protestar contra o governo do Partido dos Trabalhadores, Lula e Dilma. Essa mesma elite branca que, convenhamos, está se lixando para os jovens negros que são executados nas periferias ou nas favelas. Tampouco para a dor e a perda irreparável de seus entes queridos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email