Se aliem à Coalizão e vamos juntos construir a luta!

Se aliem à Coalizão, traga sua organização e vamos juntos construir a luta! Essa luta é para garantir os direitos já conquistados pelo povo e para a sua ampliação, especialmente num momento de ataque a democracia como vemos no país!

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Coalizão Negra Por Direito escreveu mais um capítulo da história do movimento negro brasileiro. As mais de 200 organizações  integrantes e aliadas da Coalizão no Brasil e no exterior se mobilizaram no mesmo dia e em diferentes partes do mundo para expressar de diferentes maneiras que O Povo Negro Quer Viver!

Com um pauta única que se resumia  a dois pontos básicos, os movimentos associados à Coalizão foram para as ruas de quase todo país. Foram  *mais de 20 estados brasileiros * Também estiveram reunidos em lives pelo Brasil e pelo mundo. Nos EUA a Afro Brazilian Alliance (ABA) reuniu mais de 7 entidades de movimentos sociais no país.

Com os dois pontos centrais: a volta do auxílio emergencial de R$ 600 e a permanecia deste auxílio emergencial até o fim da pandemia e a vacinação em massa da população brasileira através do SUS, o ato da Coalizão Negra Por Direitos reforça o fato que não tem como desenvolver políticas públicas acertivas sem dialogar com o povo negro. Assim como, qualquer página de livro sobre a história do movimento negro brasileiro no século XXI deverá conter o dia 18 de fevereiro de 2021.

Se aliem à Coalizão, traga sua organização e vamos juntos construir a luta! Essa luta é para garantir os direitos já conquistados pelo povo e para a sua ampliação, especialmente num momento de ataque a democracia como vemos no país!

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email