Segue a sanha persecutória contra Lula e sua família

Agora atacam seu filho mais novo: Luiz Claudio. A Procuradoria da República no Distrito Federal pediu à 10ª Vara Federal de Brasília o bloqueio de R$ 24 milhões em bens e valores do ex-presidente Lula e de seu filho caçula. Certamente eles não tem esse valor disponível, nem em bens, ao contrário dos gedeis, temers, aécios e quetais. A sanha persecutória não tem fim

SÃO PAULO, SP, 31.05.2010: MÔNICA BERGAMO/ ANIVERSÁRIO ORLANDO SILVA - Fábio Luis, filho do presidente Lula, no aniversário do ministro dos Esportes, Orlando Silva. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 31.05.2010: MÔNICA BERGAMO/ ANIVERSÁRIO ORLANDO SILVA - Fábio Luis, filho do presidente Lula, no aniversário do ministro dos Esportes, Orlando Silva. (Foto: Greg Salibian/Folhapress) (Foto: Pedro Maciel)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Em agosto de 2016 escrevi artigo, publicado aqui no 247 , no qual trouxe à reflexão fato inegável: Lula e sua família são alvo de atitudes que só podem ser compreendidas como abusivas e como retaliação.

Antes desse artigo denunciei isso também aqui no 247 em outras duas oportunidades e no meu blog escrevi sobre os excessos da revista Veja em relação a Lula e sua família.

Aliás, os excessos são de quase toda a imprensa tradicional.

Lembremos, por exemplo, o caso do superfaturamento na construção do estande brasileiro na Feira de Hannover, em 2000, fato que envolve Paulo Henrique Cardoso, o filho do ex-presidente FHC.

Isso mesmo, o herdeiro do FHC gastou cerca de US$ 24 milhões em 2000, equivalente a 80 milhões hoje, gastou dinheiro público para ir à feira. O custo astronômico chamou atenção, pois o custo real e comprovado do estande não passaria de 1,5 milhão. Com quem ficou a diferença entre 1,5 milhão e os 24 milhões que o governo desembolsou na época? O filho de FHC foi denunciado pelo MPF à época, mas não se tem notícia do resultado disso.

Já Fábio Luís, filho mais velho de Lula, apesar de incansavelmente investigado, jamais foi denunciado pelo MPF. Por quê? Porque não praticou nenhum ilícito. Como não encontraram, e provavelmente nada será encontrado contra Fábio.

Agora atacam seu filho mais novo: Luiz Claudio. A Procuradoria da República no Distrito Federal pediu à 10ª Vara Federal de Brasília o bloqueio de R$ 24 milhões em bens e valores do ex-presidente Lula e de seu filho caçula. Certamente eles não tem esse valor disponível, nem em bens, ao contrário dos gedeis, temers, aécios e quetais.

A sanha persecutória não tem fim.

Lula tem afirmado que não teme ser investigado, processado ou condenado, porque sempre agiu dentro da lei, como sabem, por sinal, os operadores da Lava Jato e seus seguidores. Há procedimento na ONU a denunciar os abusos de que ele e sua família tem sido vítima.
Moro, seus arautos e seguidores já constrangeram D. Marisa, levando-a um depoimento desnecessário, a respeito de informações que já haviam sido prestadas e documentadas em diversas ocasiões. O que vemos é mais um exemplo do Lawfare. O Lawfare representa o uso indevido dos recursos jurídicos para fins de perseguição política".

Lula é vítima de uma retaliação que apenas reforça a existência de graves violações aos direitos fundamentais em relação a ele e seus familiares.

Essa é a verdade.

Esses senhores serão lembrados no futuro como os desconstrutores da democracia e como neo-Goebbels.

Por isso devemos lutar para que exista um futuro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247