Será que os juízes levam o poder judiciário a sério?

Os juízes perderam a vergonha de vez. Descobriram que Moro recebe seu “bolsa-família” na forma de auxílio-moradia, mesmo sendo proprietário de imóvel no local que trabalha. Bretas e Simone, juízes e casados, morando sob o mesmo teto, imóvel próprio, recebem o “mimo” em dobro, totalizando R$ 8.756,00  

Os juízes perderam a vergonha de vez. Descobriram que Moro recebe seu “bolsa-família” na forma de auxílio-moradia, mesmo sendo proprietário de imóvel no local que trabalha. Bretas e Simone, juízes e casados, morando sob o mesmo teto, imóvel próprio, recebem o “mimo” em dobro, totalizando R$ 8.756,00
 
Os juízes perderam a vergonha de vez. Descobriram que Moro recebe seu “bolsa-família” na forma de auxílio-moradia, mesmo sendo proprietário de imóvel no local que trabalha. Bretas e Simone, juízes e casados, morando sob o mesmo teto, imóvel próprio, recebem o “mimo” em dobro, totalizando R$ 8.756,00   (Foto: Edison Brito)

Sinto muito, não dá pra levar a justiça a sério, porque os juízes não se levam a sério e também não levam a sério a população brasileira. Perderam a vergonha de vez.

Isso acontece quando o opressor sente que não há reação contrária às suas atitudes por parte do oprimido. Aí, deitam e rolam!

Percebam suas práticas.

Descobriram que Moro recebe seu “bolsa-família” na forma de auxílio-moradia, mesmo sendo proprietário de imóvel no local que trabalha.  A explicação do imparcial de Curitiba é patética, nojenta: sem aumento salarial peguei o auxílio. R$4.378,00.

Bretas e Simone, juízes e casados, morando sob o mesmo teto, imóvel próprio, recebem o “mimo” em dobro, totalizando R$ 8.756,00.

Outro é proprietário de 60 imóveis no local em que trabalha e...recebe o auxílio. Abre parêntesis. Este caso merece investigação da polícia, do MPF e da receita, não acham?. Fecha parêntesis.

Bem. E mais um meritíssimo ainda diz que é pouco este penduricalho.

E fora a grana, que constrói e destrói coisas belas, a atual presidente do STF mandou um sonoro “por que não te calas?” ao PT, ao Lula e a quem mais crítica as decisões dos juízes. Não pode falar mal dos caras, a não ser dentro das instâncias legalmente constituídas pra isso. E o  cidadão comum? Boca fechada não entra mosca, é melhor ficar quieto, é isso? E demonstrando arrogância e preconceito de classe, a mesma “sinhazinha”, assim que assumiu a presidência do STF  disse que iria corrigir um erro: ela é presidente e não presidenta, ouviram?  Clara alusão à Dilma Rousseff.

Uma juíza libera o bloco “Porões do DOPS”. Bloco formado por um bando de loucos que resolveu pular o carnaval e de quebra glorificar o crime. Serão enaltecidos os sicários  Brilhante Ustra e delegado Fleury. Estes elementos citados, pra quem não sabe,  fizeram o trabalho sujo, com gosto, para os ditadores militares de plantão. Vejam, os fascistas atuais não estão fazendo loas ao milagre econômico, à derrota da esquerda, ao modelo econômico... Estes ainda assim seria discutível.  Nada disso: esses energúmenos elogiam quem matou e prendeu de forma arbitrária. Exaltam a tortura, a prisão de crianças, o tribunal de exceção, o “pau-de-arara”, a cadeira do dragão, o afogamento, o choque elétrico, a surra, o cortar o bico dos seios, o amassar testículos... É isso que eles fazem. E foram liberados. Vale Tudo.

Bem. Ainda quando vivíamos dentro de uma democracia e o golpe se avizinhava o então presidente do STF, Lewandowisk, marcou reunião com a presidenta Dilma. Ela, crente que iriam tratar de assuntos de interesse da democracia, ouviu um reles pedido de aumento. Uma mixaria de 76%. Recebeu um não. Deve ter saído fulo da vida. E apoiando o golpe, claro.

O Barbosa, ministro do supremo à época do mensalão, distorceu a teoria do “Domínio do Fato” pra justificar condenações, desde que fosse do PT, claro.

Claus Roxin, autor da teoria, desautorizou o “Batman”. Este deu de ombros. Condenou José Dirceu. E a Weber, num acesso de desfaçatez, afirmou que não havia prova contra o ex-ministro  da casa civil, mas a literatura permitia condená-lo. E assim o fez.

E o Supremo Tribunal Federal ratificou a Lei da Anistia, imposta pelos ditadores. Uma vergonha mundial.

Fora o judiciário, também se sabe agora que o procurador federal e coordenador lavajatense, apesar de ter imóvel onde mora, também recebe auxílio moradia. E não só isso:  O Dallagnol, oportunista contumaz, ganhando o que ganha, investiu suas economias na compra de um imóvel pelo  programa “Minha Casa Minha Vida”, destinados aos menos afortunados. É ou não é um cara-de-pau? Este merece um “Power-Point” na fuça.

E daqui por diante o que mais saberemos desta casta chamada judiciário? Que farras, oficializadas por eles mesmos, com dinheiro público andam fazendo e não sabemos?

Já não basta, o auxílio-terno, auxílio-creche para os seus pimpolhos até os 24 anos, o bolsa material escolar, os deslocamento em automóveis oficiais, extensívo aos familiares, os togados querem mais, muito mais.

O Brasil tem que passar o judiciário a limpo. O tal do “varre, varre vassourinha” tem que ser efetivado. Trocar todos os juízes. Ou através de uma revolução ou de um reforma política profunda, mas temos que nos ver livres dessas pessoas. Prender alguns. Já deram o que tinham que dar.

Ninguém irá governar um país com um poder que não se admite republicano.

Os atuais meritíssimos acham que o país ainda vive sob regras monárquicas,  pré-revolução francesa. Todos os poderes aos nobres. E eles se acham nobres. Ficam nervosos quando são questionados. Ora, vão procurar sua turma.

Isso aqui é uma república ou não?

O país tem três poderes, certo? Só que cada um vive debaixo de um regime. Assim não dá!

O Executivo é presidencialista. O legislativo, parlamentarista.  O judiciário, monárquico. E a constituição não existe mais.

Repito, diante dos fatos não dá pra levar os membros do judiciário a sério. Eles não se levam a sério, pois, sabem de suas arbitrariedades.

É por essas e outras que temos certeza que o judiciário participou e dá sustentáculo ao golpe. Irão prender o Lula. Tentarão silenciá-lo de vez.  E que a democracia, com essa turma que está aí, demorará, no mínimo 20 anos. Azar da população, subjugada e submetida aos seus caprichos.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ricardo Cappelli

Sobre a pesquisa Veja/FSB

"A pesquisa parece ter sido feita para levantar Huck. Testaram Lula no segundo turno, mas não testaram no primeiro. Desnecessário? Não. Outras pesquisas comprovam que a presença de Lula no primeiro...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247