Sistema bolsonarista, escravagista, desigual e combinado

O vermelho do PT, que vem do amor, talvez tenha que passar a colorir a bandeira nacional, para assinalar historicamente: que o amor vence o ódio

www.brasil247.com -
(Foto: Marcos Corrêa/PR | ABr)


As cores verde e amarelo, sem dúvida assustam a quem não gosta da desigualdade, afinal nossas matas, nosso ouro já foram afanados, há tempos.

Leia Brazil e vire Brasil, é uma hashtag que criei para expressar o quanto nosso povo vive à deriva dentro de um navio negreiro. Convido você a fazer esta viagem. A classe que mais encontramos no interior do tal navio são os funcionários públicos; porém não aqueles do chamado alto escalão: deputados, senadores, e auxiliares, mas sim professores, e outros explorados sociais. O apoio ao candidato do PT, Lula da Silva, vem do povo, e não de alguns votos da terceira via, ou similar.

O pior disso tudo é saber que este estado de instabilidade é desigual e combinadíssimo. Vamos nos informar mais, senão uma parcela imensa da população brasileira irá continuar nascendo na miséria da educação. É de cortar o coração ler o quem vem a seguir: ‘“A PEC 32 que acaba com os planos de carreira dos servidores públicos está aí para reforçar como muitos servidores e principalmente professores, são completamente alienados e sem consciência de classe. Não me venham depois com chororô na sala dos professores”.

O lamento acima entre aspas, é o lugar de fala de um professor da Rede Estadual do Rio de Janeiro, devemos ficar altamente revoltados, meus nobres professores, pois esta PEC, que já tramita será a pá de cal sobre o funcionalismo público. Perda de estabilidade, quinquênio e outro direitos irão pelo ralo. Nós precisamos gritar, sair às ruas: seremos escravos, e teremos que comer gente, caso haja reeleição de alguém que é compactuado com a ferocidade de um NEOLIBERALISMO IMPERIAL CALIGUAL.

Ontem, eu escrevi no facebook AZUL, AMARELO, VERMELHO, VERDE, e BRANCO, e um bolsonarista, com sangue nos olhos comentou: “Minha bandeira não tem a cor vermelha”; meu sangue gelou, sua aura estava enevoada.
O nível de agressividade cresce, aumenta, e se dissipa no ar, o Homo bolsominius parece querer preterir seu oponente o Homo sapiens sapiens.

O vermelho do PT, que vem do AMOR, talvez tenha que passar a colorir a bandeira nacional, para assinalar historicamente: QUE O AMOR VENCE O ÓDIO. 

 Vamos nos mobilizar meus queridos leitores, amigos, alunos, enfim sociedade civil para votar na igualdade, já que existem pessoas que desconhecem o quanto nosso país é desigual, e que milhões de pessoas vem morrendo por isso: analfabetas, famintas, e enforcadas pelas mãos invisíveis do Mercado.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247