Sobre o estranho hábito de por a culpa no Lula

"Seja como for, por mais importante que possa ser a opinião de Lula a favor ou contra, o estranho hábito que alguns têm de 'por a culpa no Lula' revela, além da indignidade de alguns que não querem assumir a responsabilidade pessoal pelo que fazem e votam, a incapacidade de diferenciar 'chefe' de "líder'", diz o colunista Valter Pomar, após o PT sinalizar que vai rifar a candidatura de Marília Arraes (PT) ao governo de PE para apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB) e isolar o presidenciável Ciro Gomes (PDT)

www.brasil247.com - Sobre o estranho hábito de por a culpa no Lula
Sobre o estranho hábito de por a culpa no Lula


No dia 1 de agosto, a executiva nacional do PT aprovou, por 17 votos contra 8, uma resolução determinando que o PT de Pernambuco deveria apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara, de Pernambuco.

A resolução não estabelecia nenhuma contrapartida. Mas era de conhecimento público que os 17 esperavam, em troca, a "neutralidade" do PSB na disputa presidencial e a retirada da candidatura do PSB ao governo de Minas Gerais, Marcio Lacerda.

Pouco depois que a notícia foi divulgada, um meio de comunicação atribuiu aos dotes do governador Pimentel a responsabilidade por este "acordo". Outro meio abriu espaço para que um dirigente nacional revelasse, todo pimpão, seu protagonismo no making of da suposta "geringonça".

Mas, à medida que o "acordo" se transformava em grande desacordo, parte dos meios de comunicação passou a atribuir a Lula a responsabilidade pela decisão aprovada por 17 contra 8.

Ato contínuo, certas "redes sociais" reverberaram a narrativa, da seguinte forma: Gomes, Arraes, Lacerda, a autonomia do PT e a unidade da esquerda teriam sido sacrificados pelo maquiavelismo de um "coronel" que só pensa em si mesmo etc e tal.

Sabe como é: notícia boa tem muitos pais. Já notícia ruim... atribuam ao culpado de sempre.

Que a direita e sua mídia façam isto, normal. Mas é bizarro ver este expediente ser utilizado por alguns dos partidários da resolução aprovada pelos 17.

Se uma posição é justa, ela deve ser defendida com Lula ou apesar dele. Foi pensando assim que a base do PT derrotou o parlamentarismo num plebiscito partidário realizado em 1993. E ainda bem que foi assim!!!

Por outro lado, se uma posição é errada, seus defensores devem assumir a responsabilidade pelo que defendem e votam. E não usar ninguém como escudo.

Li na imprensa as declarações de Rui Falcão, João Pedro Stedile e Frei Sérgio Gorgen, segundo os quais Lula apoiaria Arraes. Mas isso foi há vários dias, e hoje ele pode ter outra opinião. Assim como pode ter dito o óbvio: a decisão cabe ao Partido, através de suas instâncias.

Seja como for, por mais importante que possa ser a opinião de Lula a favor ou contra, o estranho hábito que alguns têm de "por a culpa no Lula" revela, além da indignidade de alguns que não querem assumir a responsabilidade pessoal pelo que fazem e votam, a incapacidade de diferenciar "chefe" de "líder". Incapacidade que pode ser conveniente para quem depois pretende colocar a culpa nas ordens que recebeu...

A maior parte do eleitorado de Lula percebe a diferença entre chefe e líder. Exemplo disso está nas pesquisas segundo as quais os atuais eleitores de Lula podem votar em alguém que ele indica. Podem. Mas só votarão depois de analisar com muito cuidado, à luz de seus próprios critérios.

Antes que alguém pergunte: não sei a opinião de Lula sobre a tal resolução da CEN.

O que sei é que uma resolução errada. Motivo pelo qual espero que o encontro do PT Pernambuco confirme a candidatura de Marília Arraes. E que o DN do PT reverta a decisão da CEN.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email