Supremo abre novo horizonte para o país

"A decisão abre as cortinas de um horizonte -- político, econômico, social -- que parecia fechado. Não temos mais certeza de que o futuro do Brasil pertence a direita e a extrema direita, certo?", questiona o jornalista Paulo Moreira Leite sobre a decisão do STF que derrubou a prisão após condenação em segunda instância

(Foto: STF | Felipe Gonçalves/247)

Por Paulo Moreira Leite, para o Jornalistas pela Democracia

O mesmo STF que retirou Lula da campanha presidencial reafirmou seu direito a viver em liberdade, abrindo uma nova etapa em nossa vida política, escreve Paulo Moreira Leite, do Jornalistas pela Democracia

A decisão do STF, ontem, ao reafirmar o princípio da presunção da inocência, representa a primeira derrota importante da Lava Jato desde que os brasileiros ouviram falar  de um certo juiz Sérgio Moro, juiz de Curitiba, em 2014. 

Tão apertada quanto a votação que retirou Lula da campanha presidencial, em 2018, a votação de ontem ilustra o ponto básico.

Ao devolver  Lula para a vida política do país, o STF desnuda a natureza precária da vitória eleitoral de Bolsonaro e tudo o mais que veio a seguir, deixando clara a fragilidade do processo de destruição nacional iniciado a partir de janeiro de 2019.

Exibindo coragem para enfrentar as mesmas pressões espúrias que não soube responder no ano passado, nossa mais alta corte de Justiça devolveu aos brasileiros e brasileiras a oportunidade de repensar o país em que têm vontade de viver. 

A decisão abre as cortinas de um horizonte -- político, econômico, social -- que parecia fechado. Não temos mais certeza de que o futuro do Brasil pertence a direita e a extrema direita, certo?

O voto de Celso de Mello mostrou que a presunção da inocência é o horizonte necessário dos povos que venceram grandes ditaduras -- como a Italia de Mussolini, Portugal de Salazar, o Brasil que derrotou os militares. 

Não por acaso, essa garantia foi incluída na Constituição de 1988, aquela que representou o enterro da ditadura e, ontem, deu uma lição de cidadania e coragem no queixo de seus herdeiros e aproveitadores. Não há muito a fazer, além de comemorar. 

Alguma dúvida?

Ao vivo na TV 247 Youtube 247