Temer teme prisão do Lula

É desanimador constatar que muitos daqueles que denunciam diariamente o linchamento moral do Lula, no que estão cobertos de razão, participam do linchamento de jornalistas por terem sido favoráveis ao impeachment. Negar-lhes o direito de opinião é inaceitável

Brasília - DF, 11/11/2016. Presidente Michel Temer durante Gravação pa Rede TV - Roda Viva no Palácio da Alvorada. Foto: Beto Barata/PR
Brasília - DF, 11/11/2016. Presidente Michel Temer durante Gravação pa Rede TV - Roda Viva no Palácio da Alvorada. Foto: Beto Barata/PR (Foto: Alex Solnik)

Não concordo, em gênero, número e grau com o linchamento dos entrevistadores de Temer no Roda Viva de anteontem.

Muitas críticas, inclusive, feitas por pessoas que confessam não ter visto o programa. Ainda assim, tiraram conclusões a priori, como, por exemplo, que ninguém iria perguntar a respeito do cheque nominal de 1 milhão de reais.

Só que essa pergunta foi feita.

Só que essa e outras perguntas Temer não respondeu senão com evasivas.

Temer se esquivou de responder, e não os jornalistas de perguntar.

É desanimador constatar que muitos daqueles que denunciam diariamente o linchamento moral do Lula, no que estão cobertos de razão, participam do linchamento de jornalistas por terem sido favoráveis ao impeachment. Negar-lhes o direito de opinião é inaceitável.

Médico não fala mal de médico.

Advogado não fala mal de advogado.

Juiz não fala mal de juiz.

Mas jornalista adora falar mal de jornalista.

O jornalismo morre um pouco quando jornalistas falam mal de jornalistas.

Criticaram o Noblat por ter perguntado como Temer conheceu sua mulher, uma atitude que beira à censura, tentando passar a ideia de que era uma pergunta chapa branca, mas não disseram que o mesmo Noblat perguntou o que aconteceria se Lula fosse preso e Temer, que poderia também ter saído pela tangente, disse que isso traria instabilidade ao seu governo.

Essa revelação valeu o Roda Viva.

É espantoso que, em vez de ressaltar essa opinião, os blogueiros têm enfatizado a conivência dos jornalistas que não aconteceu.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

As caçadas de Witzel
Teju Franco

O Estado exterminador

É assustadora a inação das instituições do país em relação ao governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel. O homem é um genocida. Parece que só Luis Nassif está dando a devida gravidade ao fato

Ao vivo na TV 247 Youtube 247